Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

ESTUDO 77 O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE DAS MANIFESTAÇÕES ESPIRITAS – CAPITULO XVI - MÉDIUNS ESPECIAIS #192. VARIEDADES DOS MÉDIUNS ESCREVENTES - Segundo o desenvolvimento da faculdade.

O LIVRO DOS MÉDIUNS

(Guia dos Médiuns e dos Doutrinadores)
Por
ALLAN KARDEC
Contém o ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo.

SEGUNDA PARTE

DAS MANIFESTAÇÕES ESPIRITAS

CAPITULO XVI

MÉDIUNS ESPECIAIS

Estudo 77 - 192. VARIEDADES DOS MÉDIUNS ESCREVENTES

- Segundo o desenvolvimento da faculdade.

Relembramos que na questão 152 afirmou Allan Kardec que a ciência espírita progrediu como todas as outras e mais rapidamente do que estas. Ao observar os médiuns em ação o Codificador identificou as variedades que passamos a estudar.

VARIEDADES DOS MÉDIUNS ESCREVENTES

1º - Segundo o modo de execução

2º - Segundo o desenvolvimento da faculdade

3º - Segundo o gênero e a particularidade das comunicações

4º - Segundo as qualidades físicas do médium

5º - Segundo as qualidades morais dos médiuns

2º - SEGUNDO O DESENVOLVIMENTO DA FACULDADE

Médiuns novatos: aqueles cujas faculdades ainda não estão completamente desenvolvidas, nem possuem a experiência necessária.

Médiuns improdutivos: os que só recebem sinais sem importância, monossílabos, traços ou letras sem conexão.

Médiuns desenvolvidos ou formados: aqueles cujas faculdades mediúnicas estão completamente desenvolvidas, que transmitem as comunicações com facilidade e presteza, sem hesitação. Concebe-se que este resultado só pelo hábito pode ser conseguido, porquanto nos médiuns novatos as comunicações são lentas e difíceis.

Médiuns lacônicos: aqueles cujas comunicações, embora recebidas com facilidade, são breves e sem desenvolvimento.

Médiuns explícitos: as comunicações que recebem têm toda a amplitude e toda a extensão que se pode esperar de um escritor consumado.

"Esta aptidão resulta da expansão e da facilidade de combinação dos fluidos. Os Espíritos os procuram para tratar de assuntos que necessitam de grande desenvolvimento”.

Médiuns experimentados: a facilidade de execução é uma questão de hábito e que muitas vezes se adquire em pouco tempo, enquanto a experiência resulta de um estudo sério de todas as dificuldades que se apresentam na prática do Espiritismo. A experiência dá ao médium o tato necessário para apreciar a natureza dos Espíritos que se manifestam para lhes apreciar as qualidades boas ou más, pelos mais minuciosos sinais, para distinguir o embuste dos Espíritos zombeteiros, que se acobertam com as aparências da verdade. Facilmente se compreende a importância desta qualidade, sem a qual todas as outras ficam destituídas de real utilidade. O mal é que muitos médiuns confundem a experiência, fruto do estudo, com a aptidão, produto da organização física. Julgam-se mestres, porque escrevem com facilidade; repelem todos os conselhos e se tornam presas de Espíritos mentirosos e hipócritas, que os apanham lisonjeando-lhes o orgulho.

Médiuns flexíveis: aqueles cuja faculdade se presta mais facilmente aos diversos gêneros de comunicações e pelos quais todos os Espíritos, ou quase todos, podem manifestar-se, espontaneamente, ou por evocação.

"Esta espécie de médiuns se aproxima muito da dos médiuns sensitivos”.

Médiuns exclusivos: aqueles pelos quais se manifesta de preferência um Espírito, até com exclusão de todos os demais, respondendo ele pelos outros que são chamados.

"Isto resulta sempre de falta de maleabilidade. Quando o Espírito é bom, pode ligar-se ao médium, por simpatia, ou com um intento louvável; quando mau, é sempre objetivando submeter o médium à sua dependência. E mais um defeito do que uma qualidade e muito próximo da obsessão”.

Médiuns de evocação: os médiuns flexíveis são naturalmente mais convenientes para este gênero de comunicações, mais aptos a responder às questões específicas que lhes forem propostas. Sob este aspecto, há médiuns inteiramente especiais.

"As respostas que dão não saem quase nunca de uns quadros restritos, incompatíveis com o desenvolvimento dos assuntos gerais”.

Médiuns para ditados espontâneos: recebem comunicações espontâneas de Espíritos não chamados. Quando esta faculdade é especial num médium, é difícil e, às vezes, impossível fazer uma evocação por seu intermédio.

"Entretanto, são mais bem aparelhados que os da classe precedente. Compreenda-se que a aparelhagem aqui referida é a dos elementos cerebrais, porque é frequentemente necessária uma inteligência mais desenvolvida para os ditados espontâneos do que para as evocações. Entenda-se aqui, por ditados espontâneos, os que verdadeiramente merecem essa denominação e não algumas frases incompletas ou algumas ideias corriqueiras, que se encontram geralmente nas anotações humanas”.

Encerrando esse estudo que mostra a importância do conhecer para melhor analisar, transcrevemos nota de José Herculano Pires (tradutor da edição FEESP), extraída de O Livro dos Médiuns, sobre os médiuns experimentados, e pertinentes ao momento em que vivemos, quando encontramos muitos livros considerados espíritas apenas porque foram psicografados.

“(...) essa distinção entre experiência e aptidão é da maior importância no trato da mediunidade. O médium experiente, segundo o conceito kardeciano, dificilmente se deixa enganar pelos Espíritos mistificadores, por mais sutis que estes sejam. O médium apenas apto recebe comunicações absurdas, livros e até mesmo série de livros, sem perceber que está servindo de instrumento a influências perniciosas. Daí a necessidade imprescindível de estudo do problema mediúnico, para que a aptidão mediúnica seja bem aproveitada através da experiência que só o conhecimento propicia”.

Bibliografia:

KARDEC, Allan - O Livro dos Médiuns: 2. ed. São Paulo: FEESP, 1989 - Cap XVI - 2ª Parte – item 191.2º
         
Tereza Cristina D'Alessandro
Março / 2008


Centro Espírita Batuíra
cebatuira@cebatuira.org.br



Ribeirão Preto - SP