Pesquisar este blog

Páginas

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

EVANGELIZAÇÃO INFANTIL Tema: Reencarnação.

EVANGELIZAÇÃO INFANTIL

Aula preparada para turma de
05-06 anos.

Tema:
Reencarnação.

Objetivo: entender a importância da
Reencarnação.


Incentivação: (dramatização feita pela
evangelizadora) Evangelizadora grávida arrumando o
quarto do futuro bebê (berço, roupinhas, mamadeira, sabonete, toalha,
etc).

Desenvolvimento: (diálogo com as crianças).
  • é bom chegar gente nova em casa?
  • como vocês gostariam de ser recebidos?

  • vivência rápida de como cuidar de um bebê

  • explicar o que significa reencarnar, por
    quê os Espíritos precisam reencarnar na Terra e a importância de serem
    bem recebidos.
Fixação: o evangelizador pede que alguém
conte como foi a chegada de um novo Espírito na sua casa.

Avaliação: as crianças contam
como é a convivência delas com os irmãos mais novos.

Bibliografia: O Melhor é
Viver em Família – no 8 – páginas 45 a 49, 68 a 70. Série: Evangelização
no Lar CELD – RJ-1996

Texto de apoio ao Evangelizador (anexo,
gravuras - fixação)
 

                      A Doutrina Espírita, além de educadora e libertadora, é também
evolutiva. Traz em seus postulados básicos a imortalidade da alma,
apresentando um novo cenário para que possamos conhecer, abordar e
conviver com este estágio transitório da vida.
                     
Mostra a Doutrina Espírita que, criados à imagem do Pai, simples e
ignorantes, possuímos o livre-arbítrio que nos permite decidir em
determinadas circunstâncias o caminho a ser seguido; e é o exercício desta
faculdade que dosará o nosso grau de evolução nas diversas
encarnações
               
     Portanto,
nosso mundo natural não é a Terra; daí a necessidade primeira de
encararmos a transitoriedade da nossa vida presente.

                   
Enquanto desencarnados, refazemos nossas forças na erraticidade,
trabalhando e recuperando das mazelas cometidas na  última encarnação, aguardando nova
chamada – oportunidade 
concedida pela extensão da misericórdia de Deus – para
prosseguirmos nosso planejamento 
individual de evolução.
                    
Chegada a hora, haveremos de voltar ao corpo de carne, com suas
limitações, gozando da dose de liberdade que fizemos por onde merecer e
com um planejamento claro a ser 
cumprido.
                     
Neste instante, o Espírito começa a se preparar para uma nova
viagem que dará início com a fecundação, ligando-se através do perispírito
– molécula a molécula – no novo corpo que está sendo gerado e preparado
para servir de sua moradia.
                    
Estaremos novamente frente a frente com nossos amigos e inimigos do
passado, procurando reconstruir nossa longa trajetória, desfrutando de
chances proporcionadas por nossos méritos e pela bondade do Pai Celestial.
Deveremos, então, aproveitar cada oportunidade concedida para nossa
evolução moral.
          

Trecho extraído do artigo “Somos Seres
Eternos” da Revista Internacional de Espiritismo.








Beatriz de Almeida Rezende
Junho de 2001