Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 30 de julho de 2012

ENTREVISTA COM SAULO GOMES


por: Renata S. Girodo de Souza
Saulo Gomes, nascido no Rio de Janeiro, em 02 de maio de 1928, se destacou no jornalismo investigativo. 
Trabalhou 55 anos no rádio e na tv, e carrega consigo uma bagagem profissional invejável, além de fazer parte dos anais da tv brasileira, participando de momentos históricos e marcantes.
Gentilmente, cedeu-nos uma entrevista, sobre o polêmico Programa Pinga-Fogo, e fez importantes considerações a respeito de Chico Xavier. Com a aproximação com o médium, passou a ser reconhecido como “O Repórter do Chico”.
No dia 02 de março deste ano, foi agraciado em Uberaba, com a Comenda da Paz “Chico Xavier”, que consiste em homenagear pessoas físicas e jurídicas que se destacaram de alguma forma na promoção da paz.
Verdade e Vida - Como você analisa a divulgação Espírita e espiritualista no Brasil?
Saulo – A divulgação do Espiritismo, no Brasil, ganhou terreno depois da 1ª entrevista que fizemos com Chico Xavier, em 1968, pela TV Tupi de São Paulo, quando ele começou a ser convidado para vários programas de rádio e tv, e depois se acentuou quando de sua participação no programa Pinga-Fogo, em 1971.

Verdade e Vida - O seu contato com a Doutrina Espírita ocorreu a partir do médium Chico Xavier?
Quando e como ocorreu este contato inicial?
Saulo – Como jornalista tivemos contato com todas as doutrinas. Antes de Chico fizemos uma reportagem no Instituto Américo Bairral, em Itapira, que é uma obra Espírita. Com Chico Xavier meu primeiro contato foi em 02 de maio de 1968. Foi uma longa conversa com Chico antes de fazermos, oficialmente, a 1ª entrevista.

Verdade e Vida - Quem foi Chico Xavier?
Saulo – Chico Xavier foi a personificação do amor e da bondade.

Verdade e Vida - Como você avalia a questão de pessoas dos mais variados credos procurarem o Chico para assistência fraternal e espiritual?
Saulo – Chico sempre abraçou a todos com o mesmo amor fraternal e nunca procurou saber a religião a que pertencia a pessoa que o procurava para uma mensagem de alento. Um dia, quando perguntado sobre qual seria a melhor religião, ele respondeu:
“Minha filha, a melhor religião é a sua, é a que você acredita e professa”.

Verdade e Vida - Devido à proximidade e amizade com Chico, você foi intitulado como “o Repórter de Chico Xavier”.  Como se sente com este carinhoso título?
Saulo – É um título que muito me honra.

Verdade e Vida - Você acredita que Chico Xavier foi reconhecido, e passou a ser respeitado a partir da sabatina do “Pinga - Fogo”? Qual era a proposta deste programa?
Saulo - O Pinga-Fogo era o mais importante programa de entrevistas da tv brasileira. Lançado pela TV Tupi, na década de 60, tornou-se modelo para outros programas, entretanto o Pinga-Fogo se diferenciava pela qualidade dos jornalistas entrevistadores que, a cada entrevista, eram substituídos alternadamente. Para cada programa eram convidados os melhores jornalistas que poderiam abordar o tema da noite.
O Pinga-Fogo trouxe os maiores políticos da época e sempre registrou altos índices de audiência.

Verdade e Vida - Faça um breve relato da participação de Chico no Pinga – Fogo.
Saulo - O Pinga-Fogo com Chico Xavier foi ao ar, ao vivo, no dia 27 de julho de 1971, batendo todos os recordes de audiência. Foi tão estrondoso o resultado que, em dezembro, Chico foi convidado novamente para o último programa do ano. Segundo o departamento comercial, da TV Tupi de São Paulo, tivemos 86% de IBOPE com apenas 11% de aparelhos desligados. Esse índice nunca foi superado na tv brasileira.

Verdade e Vida - A que se deve a maior audiência da televisão brasileira em um canal aberto, alcançada por este polêmico programa, no dia da entrevista de Chico?
Saulo – O sucesso dessa audiência foi, sem dúvida, a figura simples, tímida e sábia, de Chico Xavier respondendo prontamente a todas as perguntas sobre os mais diversos e complexos temas.

Verdade e Vida - Em sua opinião, o Programa Pinga-Fogo significou um marco para o Espiritismo?
Saulo - Sim. Essa afirmação é confirmada pelos espíritas em geral.
Nas palavras de Divaldo Pereira Franco: “O Programa Pinga-Fogo é o momento culminante na história da divulgação do Espiritismo no Brasil, sendo o divisor dos períodos antes e depois dele”.

Verdade e Vida - O Brasil é um país católico, sendo assim, como foi a repercussão das respostas de Chico sobre o Espiritismo no dia posterior a entrevista?
Saulo – A Igreja reagiu através de um comunicado da CNBB – Confederação Nacional dos Bispos do Brasil.

Verdade e Vida - Como surgiu a idéia de escrever um livro com o título do programa?
Saulo - Com o apoio da Editora InterVidas, organizamos o livro  “Pinga-Fogo”, que é uma obra essencialmente jornalística e que traz os programas de julho e dezembro de 1971, pela primeira vez na íntegra. É uma relíquia do Espiritismo.

Verdade e Vida - Deixe uma mensagem para os leitores do Jornal Verdade e Vida.
Saulo – Como jornalista sentimo-nos realizados vendo que nossa entrevista com Chico, em 1968, e o Programa Pinga-Fogo, em 1971, repercutem, depois de mais de quarenta anos, como se fossem atuais.
Agradecemos ao público, espírita e não espírita, que reconhece em nosso trabalho a lisura e a imparcialidade.

JORNAL VERDADE  E  VIDA
ADDE - ASSOCIAÇÃO DE DIVULGAÇÃO DA DOUTRINA E SPIRITA 
 ANO 02 - NÚMERO 04 - ABRIL/ MAIO 2012
Este jornal é uma publicação da ADDE - Associação de Divulgação da Doutrina Espírita
(CNPJ 08.195.888/0001-77) - para a região de São José do Rio Preto/SP.
Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.
Coord. Editorial: Rafael Bernardo - contato@rafabernardo.com.br
Diagramação: Junior Pinheiro - jrpinheironanet@yahoo.com.br
Jornalista Resp: Renata S. Girodo de Souza - renatagirodo@ig.com.br - MTB 67369/SP
Receba o jornal em sua Casa Espírita cadastrando-se no site ou por meio do e-mail: verdadeevida@adde.com.br
Tiragem: 5.000 exemplares
Distribuição Gratuita