Pesquisar este blog

Páginas

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

ORIGEM DA CONSCIÊNCIA DE DEUS

CURSO BÁSICO DE ESPIRITISMO
(1.º ANO DO CURSO DE EDUCAÇÃO MEDIÚNICA)
PELO INSTRUTOR: MARCELO STANCZYK

APONTAMENTOS SOBRE HISTÓRIA DO ESPIRITISMO


3. ORIGEM DA CONSCIÊNCIA DE DEUS
Pode-se afirmar sem medo de errar que no íntimo de cada ser, existe a consciência intrínseca de DEUS.
Gravado no próprio espírito estão :
As leis divinas ou naturais (tanto materiais quanto as morais)
Os instintos naturais
A existência de DEUS
Desde as épocas primitivas o homem demonstra uma determinada consciência de DEUS, limitada pelo conhecimento parco que possuíam naquela época.
Para tanto todos os fenômenos naturais inexplicáveis (para  a época) e incontroláveis, eram DEUSES. Isso levou ao politeísmo (politeísmo = crença em vários deuses).
Contudo, a corrente natural da evolução corrigiu o equívoco e levou o homem a compreender os fenômenos naturais, colocando-os nos seus devidos lugares e classificação.
O fenômeno é CRIADO por DEUS e não um DEUS!!!
(ou sob a ordem dele)
O próprio conhecimento (a razão) nos leva ao monoteísmo, posto que é incompreensível a existência de vários DEUSES, muitas vezes antagônicos. Inexistindo um supremo, haveria um caos incomensurável.
DEUS é um ente superior, nada havendo que lhe sobrepuja.
                                          (SER)
O primeiro povo monoteísta foi o judeu, e o nome que lhe era dado por eles era YWHW (javé ou iavé)[1]. Existiam, contudo, outros nomes: El  Shaday, Adonay, Tetragrammatron.
PANTEÍSMO ® Idéia (corrente de pensamento) que diz que DEUS é formado por tudo o que existe. Seria, no caso, DEUS a somatória dos seres criados. DEUS SERIA O TODO.
[1] Provém das vogais do termo ser na língua judaica.
É uma idéia equivocada posto que há que se distinguir o criador das criaturas. Exemplo : os quadros de Picasso, não são o Picasso, mas obra deste. As pirâmides do Egito não são o faraó, muito menos o povo que trabalhou para a sua construção, mas sim obra destes.
Mais a mais, DEUS, como veremos é imaterial, logo não poderia ser base para a criação de objetos e coisas.
A base (material) da criação é o F.C.U. ¾ Fluído  Cósmico Universal ¾ uma criação primitiva de DEUS, que transformado dá origem a todo tipo de matéria dos planos espiritual e material.
Uma corruptela dessa corrente entende que DEUS seria a somatória da consciência dos indivíduos (Espíritos). Outro equívoco aí se depara. Cada ser é individual, e não poderia dar origem a um ser que lhe seja superior, sem risco da perda da individualidade.
Conclui-se que, apesar do conhecimento atual o homem, este ainda não poderá definir, com precisão, DEUS, pois é parca a sua linguagem e claudicante o seu conhecimento.
Fica então a questão: ¾ MAS SERÁ QUE DEUS EXISTE MESMO?!!!

CENTRO ESPÍRITA ISMAEL
DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO
AV. HENRI JANOR, 141, JAÇANÃ - S. P.