Pesquisar este blog

Páginas

terça-feira, 15 de março de 2016

ESTUDO EVANGÉLICO 30 - LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - TEMA: PARA VENCER O MAL


Livro: “PALAVRAS DE VIDA ETERNA”

Francisco C. Xavier / Emmanuel

Estudo n. 30

TEMA: PARA VENCER O MAL


"Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem." - Paulo. (Romanos, 12:21.)
Houve tempo em que para vencer o mal o homem utilizava-se da força, da desforra, devolvendo o mal com mal maior. Avançando, estabelece "olho por olho, dente por dente" onde o revide deveria ser na mesma intensidade da agressão. As conseqüências desse proceder mostram povos asselvajados grosseiros e sociedades bastardas. Posteriormente depositou no desenvolvimento intelectual, na cultura, na ciência, a solução para todas as questões existenciais. A ciência, o desenvolvimento intelectual, por si só não foram capazes de responder adequadamente aos anseios humanos.
Como ser espiritual o homem percebeu nas suas buscas e lutas que necessitava conquistar outros valores, trabalhar sentimentos, sensibilidade, educar-se moralmente. Entendeu que precisa cultivar o bem através do qual se trabalha e promove a superação de hábitos e paixões infelizes que teimam em se manifestar, abandonando o "Homem Velho" para a conquista do "Homem Novo". O bem é o caminho que forma e consolida o caráter, realizando o objetivo maior de vida, tornando o homem elemento precioso onde vive exemplo vivo que orienta e edifica.
Neste propósito, Emmanuel esclarece sobre um aspecto muito comum em nosso momento evolutivo: a prática do "meio-bem" onde ações boas, louváveis, misturam-se a intenções escusas, interesses pessoais, comprometendo o bem realizado.
Almas nesse estágio, que já têm o propósito de acertar, que já recusam o mal, mas em quem o desejo de bem é embrionário, necessitam de vigilância, cuidados constantes para não alimentar, para não perpetuar o mal através do bem incompleto.
Explica que: "Muita gente, quando não se mostre positivamente inclinada à vingança perante o mal que recebe, demonstra atitudes de hostilidade indireta, como sejam o favor adiado, o fel da reprovação de permeio com o mel do elogio, o deliberado esquecimento quando se trate da honra ao mérito ou a diminuição do entusiasmo na prestação de serviço em favor da pessoa menos simpática..."
"Emprestam valioso concurso a quem administra, mas requisitam favores e privilégios, (...).
Financiam tarefas beneficentes, distendendo reais benefícios, no entanto, cobram tributos de gratidão, (...).
Oferecem cooperação preciosa, em socorrendo as aflições alheias, no entanto, exigem atenções especiais, (...).
Alimentam necessitados e poem-lhes cargas nos ombros.
Acolhem crianças menos felizes, reservando-lhes o jugo da servidão no abrigo familiar.
Elogiam companheiros para que esses mesmos companheiros lhes erijam um trono.
Protegem amigos diligenciando convertê-los em joguetes e escravos."
Nestas situações em que se manifestam percentagem de mal é o mal em movimento, agindo, envenenando as boas obras, gerando desgosto e infelicidade ao homem.
A extinção desse flagelo que obstaculiza o progresso, a felicidade e a paz humanas depende da prática do bem incondicional, do bem puro.
Exortando os Romanos à prática das virtudes cristãs o apóstolo Paulo estabelece a fórmula precisa ao real triunfo: "Não te deixes vencer pelo mal, vence o mal com o bem".
"Não nos esqueçamos de que para anular a sombra noturna não basta arremeter os punhos cerrados contra o domínio da noite.
É preciso acender uma luz."

Bibliografia:
Xavier, Francisco Cândido. "Palavras de Vida Eterna: Para Vencer o Mal". Ditado pelo Espírito Emmanuel, 17a ed. Uberaba - MG - CEC. 1992.
Xavier, Francisco Cândido. "Livro da Esperança: Meio-Bem". Ditado pelo Espírito Emmanuel, 9a ed. Uberaba - MG - CEC. 1987.
Vinicius. "Nas Pegadas do Mestre: Culto à Virtude". 8a ed. Rio de Janeiro - RJ - FEB. 1933.

Iracema Linhares Giorgini
Dezembro / 2003


CENTRO ESPÍRITA BATUÍRA - RIB. PRETO – SP

cebatuira@cebatuira.org.br