Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Aflições

Aflições
 
          Quase todo sofrimento da alma, em se falando das aflições, nasce do mau comportamento do Espírito. Neste âmbito, pode-se ver a entrada do orgulho, do egoísmo e da inveja, paixões que dominam o ser por afinidade, e criam na sua vida aflições inumeráveis.
       Ser aflito é ser doente das condições negativas em que o espírito se envolve, por ignorância.
       Se queres saúde, deves buscar a força moral no Evangelho de Jesus, que não se esqueceu de nos dizer que não devemos fugir das leis naturais, não querendo para os outros o que não precisamos para nós.
       A inveja é foco das trevas que cresce nos sentimentos, pelo ambiente do egoísmo, no clima áspero do orgulho. As aflições da alma aumentam ou diminuem de acordo com a capacidade de discernimento espiritual.
       Foge, meu irmão,
da maldade,
da incompreensão,
do ódio,
da inveja,
do ciúme,
da maledicência,
do orgulho,
da tristeza...
       Neste esforço permanente, as bênçãos de Deus acobertarão o teu coração, de maneira que as aflições desaparecerão de uma só vez e a consciência se libertará de todas as inquietações que fazem sofrer.
       A vida é luta, e a luta no bem, como caridade, clareia a própria vida, fazendo do coração um sol, de tal modo a nunca andar nas trevas.
       As aflições que atraímos é por falta de conhecermos as leis e de colocarmos em prática os preceitos do Evangelho, inspirados nas leis universais, criadas por Deus, que as revelou aos Espíritos da Terra, através de Jesus.

(Página recebida na Sociedade Espírita Maria Nunes, Belo Horizonte, MG, em 29/4/87, Estudo de O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap. V, item 23)
(De Páginas Esparsas 5, de João Nunes Maia, pelo Espírito Miramez)