Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

C B - Aula 16 - Esboco De # O Evangelho Segundo O Espiritismo # O Evangelho E..1

C B - Aula 16 - Esboco De # O Evangelho Segundo O Espiritismo # O Evangelho E..1

 16  Esboço de o evangelho segundo o espiritismo

ÍNDICE

Objetivo Da Aula
Bibliografia Principal
Bibliografia Complementar
Entendendo o Espiritismo
Resumo básico: O Evangelho Segundo o Espiritismo
Explicação Necessária
O Aspecto Religioso Do Espiritismo
O Espiritismo É Uma Religião ? - Raul Franzolin Neto
O Espiritismo, Sublime Religião - Jorge Hessen
Mesmo Assim
A Herança
Plano De Idéias Nº 01

OBJETIVO DA AULA

Abordar o aspecto religioso da Doutrina;
Apresentar o roteiro para o Evangelho no Lar, destacando o Porquê de fazê-lo;
Os Valores Morais;
Propiciar a reflexão sobre os ensinos de Jesus e ressaltar sua atualidade
BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL
O Evangelho Segundo o Espiritismo  (Allan Kardec) Capitulo
O Livro dos Espíritos  (Allan Kardec) Questões
Entendendo o Espiritismo  (Diversos) 15
 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
Evangelho No Lar À Luz Do Espiritismo   (Maria T Compri) 
Pão Nosso      ( Emmanuel / F C Xavier)
Respondendo e Esclarecendo    (Edgard Armond)  189
Vinha de Luz     (Emmanuel / F C Xavier)
É o Espiritismo uma Religião? Revista Espírita - Jornal de Estudos Psicológicos, dezembro de 1968, O Reformador, v.94, n.1764, 1976 Pagina 22- 26

 ENTENDENDO O ESPIRITISMO

RESUMO BÁSICO: O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO

Publicado em abril de 1864.
Enquanto o Livro dos Espíritos apresenta a Filosofia Espírita e O Livro dos Médiuns a Ciência Espírita, O Evangelho Segundo o Espiritismo oferece a base e o roteiro da Religião Espírita.
Logo na introdução deste livro, o leitor encontrará as explicações de Kardec sobre o objetivo da obra, esclarecimentos sobre a autoridade da Doutrina espírita, a significação de muitas palavras frequentemente empregadas nos textos evangélicos, a fim de facilitar a compreensão do leitor para o verdadeiro sentido de certas máximas do Cristo, que a primeira vista podem parecer estranhas.
Ainda na introdução, refere-se a Sócrates e a Platão como precursores da Doutrina Cristã e do Espiritismo.
O Evangelho Segundo o Espiritismo compõe-se de 28 capítulos, 27 dos quais dedicados à explicação das máximas de Jesus, sua concordância com o Espiritismo e a sua aplicação às diversas situações da vida.
O último capítulo apresenta uma coletânea de preces espíritas sem entretanto constituir um formulário absoluto, mas uma variante dos ensinamentos dos Espíritos e Verdade.
Os ensinamentos que contém são adaptáveis a todas as pátrias, comunidades e raças. É o código de princípios morais do Universo, que restabelece o ensino do Evangelho de Jesus, no seu verdadeiro sentido, isto é, em Espírito e Verdade.
Sua leitura e estudo são imprescindíveis aos espíritas e a todos que se preocupam com a formação moral das criaturas, independente de crença religiosa.
É fonte inesgotável de sugestões para a construção de um Mundo de Paz e Fraternidade.

EXPLICAÇÃO NECESSÁRIA

Este livro foi publicado, inicialmente, com o título de Imitação do Evangelho. Kardec explica o seguinte: "Mais tarde, por força das observações reiteradas do Sr. Didier e de outras pessoas, mudei-o para "O Evangelho Segundo o Espiritismo". Trata-se do desenvolvimento dos tópicos religiosos de O Livro dos Espíritos, e representa um manual de aplicação moral do Espiritismo.
A 9 de agosto de 1863, Kardec recebeu uma comunicação dos seus Guias, sobre a elaboração deste livro. A comunicação assinalava o seguinte:
"Esse livro de doutrina terá influência considerável, porque explana questões de interesse capital. Não somente o mundo religioso encontrará nele as máximas de que necessita, como as nações, em sua vida prática,dele haurirão instruções excelentes. Fizeste bem ao enfrentar as questões de elevada moral prática, do ponto de vista dos interesses gerais, dos interesses sociais e dos interesses religiosos".
Em comunicação posterior, a 14 de setembro de1863,declaravam os Guias de Kardec:
"Nossa ação, principalmente a do Espírito da Verdade, é constante ao teu redor, e de tal maneira, que não a podes negar. Assim, não entrarei em detalhes desnecessários, sobre plano da tua obra, que,segundo os meus conselhos ocultos, modificaste tão ampla e completamente". E logo adiante acentuavam: "Com esta obra, o edifício começa a libertar-se dos andaimes, e já podemos ver-lhe a cúpula a desenhar-se no horizonte".
Estas comunicações, cuja leitura completa pode ser feita em Obras Póstumas, revelam-nos a importância fundamental de O Evangelho Segundo o Espiritismo, na Codificação Kardeciana.
Enquanto O Livro dos Espíritos nos apresenta a Filosofia Espírita em sua inteireza e O Livro dos Médiuns a Ciência Espírita em seu desenvolvimento, este livro nos oferece a base e o roteiro da Religião Espírita.
Livro de cabeceira, de leitura diária obrigatória, de leitura preparatória de reuniões doutrinárias, deve ser encarado também com livro de estudo, para melhor compreensão da Doutrina. A comunicação do Espírito da Verdade, colocada como prefácio, deve ser lido atentamente pelos estudiosos, pois cada uma de suas frases tem um sentido mais profundo do que parece à primeira leitura.

A Introdução e o Capítulo I constituem verdadeiro estudo sobre a natureza, o sentido e a finalidade do Espiritismo. Devem ser estudados atenciosamente, e não apenas lidos. Formam uma peça de grande valor para a verdadeira compreensão da Doutrina.