Pesquisar este blog

Páginas

sábado, 17 de outubro de 2015

ceuinferno_085_2a. partecap. VIII - Expiaçoes terrestres- Antonio B... Enterrado vivo. 

O despotismo, o fanatismo, a ignorância e os prejuízos da Idade Média e dos séculos que se seguiram, legaram às gerações futuras uma dívida enorme, que ainda não está saldada.
Muitas desgraças nos parecem imerecidas, somente porque apenas vemos o presente.

QUESTÃO PARA DEBATE

1.Com base no depoimento deste espírito, como vc explicaria a alguém não-espírita o significado do parágrafo grifado acima?

Conclusão:

 Quando falamos do homem da Idade Média estamos falando de nós mesmos num passado não muito distante. Éramos nós que lá estávamos aprendendo e errando, muito mais errando, colocando muitos débitos em nossa "conta". Hoje que a luz divina já brilha um pouco mais para nós e que já crescemos moralmente alguns degraus na escala evolutiva, nos surpreendemos quando nos damos conta de que ainda temos débitos para saldar e nos consideramos injustiçados, quando, na verdade, deveríamos estar agradecidos por termos ainda oportunidade de reparar nossas faltas.

Esse Pai amoroso e misericordioso nos dará tantas lições quantas forem necessárias, porém, não nos livrará da pena que creditamos para nós mesmos, conforme a Lei da Justiça e de Ação e Reação.