Pesquisar este blog

Páginas

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

INDUCAO E COAÇÃO

 
INDUÇÃO E COAÇÃO
 
        Exaltaste a caridade.
        Favoreceste no próximo a simpatia fraterna.

        Mas, se te desprendes das posses humanas a fim de socorrer aos companheiros necessitados, quaisquer que sejam, deste aos outros a luz da beneficência.

        Louvaste a fé.

        Incitaste o próximo a confiar.

        Mas, se revelas segurança em Deus e em ti mesmo, nos acontecimentos desagradáveis da existência, deste aos outros a força transformadora que remove as montanhas da inquietação e do medo.

        Recomendaste paciência.

        Mas se mostras serenidade nas provações que te devastam a alma, deste aos outros a resistência tranquila contra o império do mal.

        Aconselhaste humildade.

        Insuflaste no próximo a vocação de servir.

        Mas se compreendes as necessidades e deficiências alheias, desculpando incondicionalmente todas as injúrias que te apedrejam a vida, deste aos outros a chama interior da divina virtude.

        Palavras inclinam.

        Exemplos renovam.

        Em tudo o que se refira ao bem, não nos esqueçamos de que ensinar é induzir, mas fazer o bem é dar de nós mesmos aos outros o próprio bem que todos nós precisamos fazer.

Albino Teixeira
(De IDEAL ESPÍRITA, de Francisco Cândido Xavier  Autores diversos)