Pesquisar este blog

Páginas

sábado, 20 de fevereiro de 2016

INVESTIMENTO PARA A PAZ

INVESTIMENTO PARA A PAZ

 
         És partidário da paz universal e propões que ela mui pronto se estabeleça na Terra.

        Compreendes que essa é uma necessidade geral, lamentando ser a tua uma voz de pequena ou quase nenhuma ressonância em empreendimento, de tal magnitude.
        
Detestas a guerra e invectivas contra a violência que alucina os homens, tornando-os desditosos.
        
Não obstante, a paz depende de cada indivíduo que a deve lograr em si mesmo, gerando um fenômeno de participação através do seu estão, em relação a quem lhe esteja próximo e possa vir a sofrer-lhe a influência.

        A aquisição da harmonia íntima faculta um estado de felicidade que se expressa, alterando para melhor os comportamentos de quantos indivíduos participam da convivência com o homem tranquilo.

        A paz é como a luz. Tão logo surge, se irradia benéfica, despertando a atenção.

        Dinâmica por excelência, atua através da não-violência, resistindo a quaisquer embates de desconcerto exterior.

        Não basta, porém, para adquiri-la, desenvolver teses ou discutir métodos. Ela resulta de um pleno entendimento dos valores e finalidades da existência, da predominância do bem sobre as imposições do mal, ensejando satisfação íntima e confiança irrestrita em Deus.
-o-o-

        Quem ama a paz, não se opõe, apenas, à guerra. Vive em harmonia com a vida.

        Quem cultiva a paz, não toma a defensiva. Irradia a confiança.

        Quem vive em paz, não a impõe às demais pessoas Transmite-a em silêncio e ações positivas.

        Quem confia na paz, não se precipita. Confia e aguarda com dignidade que ela se estabeleça em volta dos próprios passos.
-o-o-

        Demonstrando a tua paz, no momento dos desafios, ela será absorvida por outras pessoas e modificará, inclusive, as circunstâncias em que ocorrem os problemas, como alterará a estrutura das dificuldades.

        O homem de paz nunca teme. É integro e confiante, porque sabe que somente lhe acontece o que pode contribuir para a sua real felicidade, dele dependendo como canalizar para esse fim as ocorrências que outros consideram desditosas.

        Não se irrita, nunca recua, nem se precipita.

        Conhece o caminho a percorrer e segue-o com segurança, com calma.

        Não censura, nem estimula paixões.

        Valoriza cada pessoa, no seu devido lugar, respeitando-a como criatura em processo de crescimento espiritual e moral.

        Ama sempre, em razão de conhecer o poder incontrolável desse sentimento.

        Sacrifica-se mas não sacrifica.

        Justifica os outros, evitando justificar-se.

        É feliz sem exibição.
-o-o-

        Tenta começar o teu programa de paz interior, auxiliando a paz no mundo.

        Podes e deves fazê-lo.

        Se os hábitos interiores te dificultarem a empresa, recorre à oração e à meditação, que constituem elementos fundamentais para lográ-la, a princípio em pequenos espaços de tempo, até que, por fim, te domine completamente.

(De Luz da Esperança, de Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Joanna de Ângelis)