Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

DESEQUILÍBRIO MENTAL E REINO DE DEUS

DESEQUILÍBRIO MENTAL E REINO DE DEUS


O desequilíbrio mental, excluindo-se as concepções neurológicas e psicológicas, significa o excesso de atitudes voltadas para o mal ao invés daquelas voltadas para o bem. Reino de Deus significa o estado de felicidade proporcional ao grau de perfeição adquirida. Em outras palavras, o desequilíbrio mental afasta-nos da perfeição, enquanto a prática do bem e da virtude aproxima-nos dela.

As causas do desequilíbrio mental estão centradas no excesso de egoísmo, de vaidade, de ódio, de ganância etc. Em proporção normal são necessários, pois sem estes o mundo não andaria com a velocidade que anda. Observe, por exemplo, a desonestidade. Podemos eventualmente cometer atos desonestos, mas se não formos honestos por princípio, estaremos sempre em débito para com a Lei Natural, que a seu tempo, nos punirá por tal procedimento. É a lei de causa e efeito funcionando com toda a sua energia. 

De acordo com o psiquiatra C. G. Jung, os seus pacientes, acima de 35 anos, adoeceram porque perderam a seiva que as religiões têm dado aos seus fiéis em todos os tempos, e nenhum deles se curou, sem ter recuperado sua atitude religiosa, o que evidentemente nada tem a ver  com os credos particulares ou filiação a uma Igreja. Nota-se, claramente, através desse relato científico, que a obtenção do equilíbrio mental deve-se muito à crença em um Deus todo poderoso e todo bondade.

O Desequilíbrio mental opõe-se ao Reino de Deus. Se a noção de Reino de Deus é a busca da perfeição, da felicidade, do altruísmo, ou seja, da realização da obra divina em nossos corações, logo todo o desequilíbrio mental é, por sua própria natureza, contrário a este conceito. Isso não quer dizer que toda a pessoa desequilibrada esteja impossibilitada de alcançar o Reino de Deus. Se o próprio mestre Jesus disse que  Reino de Deus está dentro de nós, o que precisamos é edificá-lo em nós mesmos, dia após dia.

A edificação do Reino de Deus equivale à conquista do equilíbrio mental. Por que? Vejamos: quando confiamos em Deus, somos mais calmos, mais tranqüilos, mais resignados frente aos diversos problemas que se nos apresentam. Em meio a uma catástrofe, somos o primeiro a repetir a frase: "Pensa em Deus primeiro". Diante do ódio dos adversários, dizemos: "Se Deus é por nós, quem será contra nós". Na falta do necessário, lembramos: "Se Deus alimenta os pássaros, o que não faria por nós?" Todas essas atitudes concorrem radicalmente para o equilíbrio mental.

Estejamos cônscios de nossos estados mentais. Se em desequilíbrio, saibamos acionar as alavancas da motivação, da força de vontade e da oração, a fim de que possamos alcançar a paz e a harmonia do nosso  Espírito imortal.

Fonte de Consulta
COSENDEY, E. B. Vacine-se Contra a Loucura. 5. ed., São Paulo, Edicel, 1980.


SÉRGIO BIAGI GREGÓRIO



https://chat.whatsapp.com/64KwToQw1rBAcPfNfunDtc