Pesquisar este blog

Páginas

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

ceuinferno_029_2a. partecap. II - Espíritos Felizes - O Doutor Demeure.

Céu inferno_029


2ª parte cap. II - Espíritos Felizes - O Doutor Demeure.


1. Qual foi a condição de desencarne de Demeure e que conseqüências isso trouxe para seu espírito?

2. Demeure sentiu no ambiente a fumaça do lume que poderia piorar saúde de Kardec. Como isso foi possível se ele já era somente espírito?

3. De que maneira este espírito poderia ter interferido, como diz ter feito, no "acidente" que fragilizou a saúde de Kardec?

4. Por qual mecanismo o espírito pode "operar" a cura física de uma pessoa encarnada, como fez Demeure com a médium Sra. G.?

5. Demeure faz um alerta a Kardec sobre sua saúde. Por que ele poderia vir a ser "passível de pena de homicídio voluntário"?

6. Foi possível ao Dr. Demeure desencarnado exercer a mesma função de quando estava desencarnado. Por que você acredita que isso foi possível. Todos os espíritos têm a mesma oportunidade?

7. Destaque do texto o que mais lhe impressionou ou deixe aqui seus questionamentos ou observações.


Conclusão:


1. Demeure foi uma pessoa dedicado ao próximo e detinha conhecimento em relação ao mundo espírita. Era amigo dedicado de Kardec e assistiu ao nascimento do Espiritismo. Isso possibilitou, por já ser um espírito bastante evoluído, além do conhecimento que adquiriu, um período relativamente curto de perturbação após o desencarne, podendo em pouco tempo comunicar-se e continuar trabalhando.

2. O espírito, mesmo desprovido dos órgãos físicos, é capaz de guardar as sensações conhecidas na carne e senti-las no ambiente; ao mesmo tempo sua percepção é bem mais aguçada fazendo-o perceber uma situação antes dos desencarnados.

3. Interferiu fluidicamente, ministrando a Kardec o tratamento necessário para que recuperasse suas forças e utilizando os conhecimentos médicos que possuía, pois o conhecimento não se perde após o desencarne.

4. Pela manipulação fluídica, ou seja, manipulando seus fluídos próprios, dos médiuns presentes e os encontrados na natureza, adequando-os às necessidades da paciente.

5. Porque o corpo físico é uma dádiva que deve ser tão bem cuidada quanto o espírito para que venha a prestar o papel para o qual foi criado. Aquele que não respeita seu corpo está deixando-o morrer mais cedo do que o previsto, ou seja, seria o mesmo que um "autosuicídio".

6. Demeure era um espírito bastante elevado tendo se dedicado inteiramente ao bem-estar do próximo. Devido a esta condição evolutiva a sua transição foi rápida e indolor e logo ele já estava em condições de trabalhar até melhor que antes sem o entrave de um corpo já envelhecido e cheio de limitações próprias da idade avançada. Todos os espíritos tem a oportunidade de acordo com seu grau evolutivo, ou seja, pode-se dizer que todos têm a mesma oportunidade, no entanto tem que merecê-la.