Pesquisar este blog

Páginas

terça-feira, 8 de setembro de 2015

OBRAS DE ANDRÉ LUIZ CITAÇÕES POR TEMA 36

OBRAS DE ANDRÉ LUIZ CITAÇÕES POR TEMA 36

TEMAS TRATADOS


PASSE


Tipos

Anacleto começou atuar por imposição. Colocou a mão direita sobre o epigástrio da paciente, emitiu sublimes jatos de luz, que se dirigiam ao coração da senhora enferma. (...) Os raios de luminosa vitalidade eram impulsionados pela força inteligente e consciente do emissor. Fez o contato duplo sobre o epigástrio, erguendo ambas as mãos e descendo-as, logo após morosamente, através dos quadris até aos joelhos, repetindo o contacto na região mencionada e prosseguindo nas mesmas operações por diversas vezes. ML-19-326.

Anacleto atuou por imposição das mãos sobre a cabeça da enferma, como se quisesse aliviar-lhe a mente. Em seguida aplicou passes rotatórios na região uterina. ML 19 332.

Anacleto passou a atender um cavalheiro, cujos rins pareciam envolvidos em crepe negro, tal a densidade da matéria mental fulminante que os cercava. Aplicou-lhe passe longitudinal, com muito carinho. ML-19-333.

Anacleto continuou de pé e aplicou-lhe um passe longitudinal sobre a cabeça, partindo do contacto simples e descendo a mão, vagarosamente, até à região do fígado, que o auxiliador tocava com a extremidade dos dedos irradiantes repetindo-se a operação por alguns minutos. (...) A nuvem, de escura, se fizera opaca, desfazendo-se, pouco a pouco, sob o influxo vigoroso do magnetizador (passista espírita) em missão de auxilio. ML-19-330.

Aconselhado por Jerônimo, acerquei-me do enfermo, aplicando-lhe passes magnéticos de alivio sobre o tecido conjuntivo vascular. (passe em Dimas já desprendido do corpo físico, durante o sono). OVE-11-175.

Obedecendo às recomendações, fiz aplicações magnéticas, detendo-me em particular sobre o aparelho digestivo, da glândula parótida ao reto, observando, além da ulceração duodenal, a inflação adiantada do apêndice, quase a romper-se. (passe de auxilio em Cavalcante). OVE-11-183.

Após trabalho ingente (muito grande) de magnetização do vago e em seguida a ministração de certos agente anestesiantes, destinados a proporcionar-lhe brando sono, retirámo-lo do corpo, que permaneceu sob os cuidados de Bonifácio. (desprendimento temporário de Cavalcante para receber instrução na Instituição espiritual Casa Transitória de Fabiano). OVE-12-194.

Enquanto mantinha as mãos coladas ao cérebro de Dimas, proporcionando-lhe a renovação das forças gerais, Jerônimo aplicou-lhe passes longitudinais, desfazendo os fios magnéticos que se entrecruzavam sobre o corpo abatido. OVE-13-205.

Ordenou Jerônimo que me conservasse vigilante de mãos coladas à fronte do enfermo, passando logo após, ao serviço complexo e silencioso de magnetização. Em primeiro lugar, insensibilizou intensamente o vago, para facilitar o desligamento das vísceras. A seguir, utilizando passes longitudinais, isolou todo o sistema nervoso simpáticos, neutralizando, mais tarde, as fibras inibidoras no cérebro. (passe para o desencarne de Dimas). OVE-13-209.

(...) Fabriciano aplicou energia de prostração (de enfraquecimento) na esposa imprudente, que foi novamente conduzida ao leito, agora sem sentidos, enquanto Dimas voltava ao regaço maternal, menos aflito. (passe para Dimas não ficar perturbado durante o velório do seu corpo). OVE-14-225.

(...) Jerônimo inclinou-se piedosamente sobre o cadáver, no ataúde momentaneamente aberto antes da inumação (enterramento), e, através de passes longitudinais, extraiu todos os resíduos de vitalidade, dispensando-os, em seguida, na atmosfera comum, através de processo indescritível na linguagem humana por inexistência de comparação analógica, para que inescrupulosas entidades inferiores não se aproximassem dele. (cena do sepultamento do corpo de Dimas). OVE-15-232.

Reparei que Jerônimo e Aristeu passaram a aplicar passes longitudinais (ao longo do corpo) no enfermo, observando que deixavam as substâncias nocivas à flor da epiderme, abstendo-se de maior esforço para alijá-las de vez. Informou o dirigente e fazemos o possível por beneficiá-lo, em lhe aumentar o cansaço. As substâncias retidas nas paredes da pele serão absorvidas pela água magnetizadas no banho, a ser usado em breve minutos. (fatos ocorrido durante a preparação para o desencarne de Fábio). OVE-16-246.

(...) Jerônimo aplicou ao enfermo passe anestesiante. Em seguida, o assistente deteve-se em complicada operação magnética sobre os órgãos vitais da respiração e observei a ruptura de importante vaso. O paciente tossiu e, num átimo, o sangue fluiu-lhe à boca aos borbotões. (passe para acelerar o desencarne de Fábio). OVE-16-253.

Começou aplicando passes de restauração ao sistema de condução do estímulo, demorando-se, atencioso, sobre os nervos do tômus. Em seguida, forneceu certa quantidade de forças ao pericárdio, bem como às estrias tendinosas, assegurando a resistência do órgão. Logo após, meu orientador magnetizou, longamente, a zona em que se localizava o tumor bastante desenvolvido, isolando certos complexos celulares, e esclareceu  Poderemos confiar em grande melhora, que persistirá por alguns meses. (passe para a moratória de Albina). OVE-17-262.

Silenciou o assistente (Calderaro), dispondo-se lhe fazer (no enfermo Fabrício) aplicações magnéticas no aparelho circulatório. Demorou-se longos minutos administrando-lhe forças ao redor dos vasos mais importantes e, em seguida, desenvolveu passes longitudinais, destinados à quietação dos nervos. NMM-12-176.

O assistente (Calderaro) passou a aplicar-lhe eflúvios luminosos sobre o coração, durante vários minutos. Notei que essas emissões se concentraram gradativamente no órgão central, que em certo instante acusou parada súbita. (passe aplicado no alcoólatra Antídio a fim de causar problema cardíaco para chamar a atenção do enfermo sobre o mal do vício do álcool). NMM-14-198.

(Irmã Clara) aplicou recursos magnéticos sobre Zulmira, em passes calmantes, de longo curso. ETC-3-22.

Silas (assistente do instrutor) aplicou-lhe passes magnéticos de prostração ( de enfraquecimento) e, induzindo-a a ligeiro movimento de braços (derramando o veneno e evitando consequentemente o suicídio). (Depois), Silas emitiu forte jacto de energia fluídica sobre o córtex encefálico dela (Marisa), e a moça, sem conseguir explicar a si mesma a razão do torpor que lhe invadia o campo nervoso, deixou-se adormecer pesadamente, qual se houvesse sorvido violento narcótico. (espiritualidade evita o suicídio de Marisa utilizando os fluidos para que ela involuntariamente derramasse o vidro de veneno). AR-12-168/169.

Silas (assistente de André Luiz) aplicou-lhe passes balsamizantes, hipnotizando-a com o que a flagelada senhora (Marcela, esposa de Ildeu) em desdobramento, se colocou inquieta, diante de nós. AR-14-193.


Misto Com Passista Em Desdobramento

Francisco! Precisamos aqui das emanações de alguns dos nossos amigos encarnados, cujo veículo material (corpo físico) esteja agora em repouso equilibrado. É preciso muito critério na escolha do doador de fluido. (passista durante o sono ajuda equipe espiritual na magnetização fluídica aos enfermos). ML-7-72.

Foi então que vi Alexandre funcionar como verdadeiro magnetizador. (...) via-lhe perfeitamente o esforço de transferir vigoroso fluido de Alonso (passista encarnado em desdobramento) para o organismo de Antonio. (a entidade Alexandre transfere os fluidos do passista Alonso, encarnado em desdobramento, para o enfermo Antonio que estava recebendo uma moratória). ML-7-74.


Misto Com Passista Em Vigília

Tomamos sob nossa responsabilidade os serviços assistenciais da instituição em favor dos doentes, duas noites por semana. (...) Que dizer que, numa casa como esta (instituição espírita), há colaboradores espirituais devidamente fichados, assim como ocorre a médicos e enfermeiros num hospital terrestre comum? Perfeitamente. NDM-17-163.

Conrado (entidade), impondo a destra sobre a fronte da médium (médium passista encarnada), comunicou-lhe radiosa corrente de forças e inspirou-a a movimentar as mãos sobre a doente, desde a cabeça até o fígado enfermo. O córtex encefálico se revestiu de substância luminosa que, descendo em fios tenuíssimos, alcançou o campo visceral. (passe misto). NDM-17-169.


Nos Diversos Templos Religiosos

Há verdadeiras legiões de trabalhadores (passistas) de nossa especialidade amparando as criaturas que, através de elevadas aspirações, procuram o caminho certo nas instituições religiosas de todos os matizes. Estivesse orando numa igreja católica romana ou num templo budista, receberia o socorro de nossa Esfera (passe), por intermédio desse ou daquele grupo de trabalhadores do Cristo. (...) Os auxiliares magnéticos transitam em toda parte, onde existem solicitações de fé sincera. (...) Admitamos que esta nossa irmã (senhora que estava sendo atendida num tempo católico) fosse estranha a qualquer atividade de ordem espiritual(...) sem fé, sem filiação a qualquer escola religiosa e sem qualquer atestado de merecimento na prática da virtude. Ainda assim, receberia o beneficio dos passes libertadores? (...) receberia auxilio, não obstante menor, pela sua incapacidade de recepção mais intensa das nossas energias radiantes; mas, se ficasse integralmente mergulhada nas sombras da ignorância ou da maldade, permaneceria distante da colaboração de ordem superior e as suas forças físicas sofreriam desgastes violentos e inevitáveis, pela continuidade da intoxicação mental. ML-19-327/328.


Dispersivo

Matilde lhe aplicava recursos magnéticos sobre os condutores nervosos dos órgãos de manifestação do pensamento, tanto quanto ao longo de toda a região do simpático. Margarida expelia, através do tórax e das mãos, fluidos cinzenrtos-escuros, em forma de vapor tenuíssimos, a desfazer-se no vasto oceano de oxigênio comum. Logo após semelhante operação de limpeza, as zonas do sistema nervoso endocrínico emitam radiações diamantinas. LI-19-238.

O instrutor (Druso) passou a operar, magneticamente, aplicando passes dispersivos no companheiro em prostração. AR-3-41.


De Despertamento

Gúbio aplicou passes de despertamento em Felício para que a mente dele acompanhasse a lição daquela hora, dentro do mais alto estado de consciência que lhe fosse possível. Gúbio aplicou passes de fortalecimento ao doente (Felício liberto do corpo físico pelo sono). LI-14-185/189.