Pesquisar este blog

Páginas

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

*Espiritismo Comparado* *FILOSOFIA E ESPIRITISMO*

*Espiritismo Comparado*


*FILOSOFIA E ESPIRITISMO*


Filosofia - do grego philos (amor) e sofia (sabedoria). Tem o sentido etimológico de “amor à sabedoria”. Atualmente é uma ciência que estuda as leis mais gerais do ser, do pensamento e da ação. Divide-se em três partes fundamentais: 1ª) Gnosiologia ou Teoria do Conhecimento; 2ª) Ontologia ou Teoria do Ser; 3ª) Axiologia ou Teoria dos Valores.

A Gnosiologia ou Teoria do Conhecimento estuda a origem, a essência e a validade do conhecimento. Da Antigüidade aos nossos dias, o problema do conhecimento, para a Filosofia, apresenta-se contraditório: conhecemos pelo espírito ou pelos sentidos? Essa dualidade, para a Filosofia Espírita, não existe, pois o homem é essencialmente Espírito. Assim, segundo a Doutrina Espírita, a percepção é faculdade geral do espírito, que abrange todo o seu ser, isto é, o Espírito, o Perispírito e o Corpo Físico.

A Ontologia ou Teoria do Ser estuda a origem, a essência e a causa primária do cosmos, da vida e do pensamento. Para a Filosofia, a dualidade persiste: é o ser que dá origem ao pensamento, ou este àquele? Quem surgiu primeiro: a matéria ou o espírito? Para o Espiritismo, Deus é causa primária de todas as coisas. Dele vertem-se dois princípios: o princípio material e o princípio espiritual. Diz-nos que a ligação entre ambos é feita através do perispírito.

No conhecimento do perispírito está a solução para muitos de nossos problemas, inclusive os filosóficos. Ele é o elo de ligação entre o ser e o pensamento. Enquanto a Filosofia debate se a origem está na matéria (materialismo filosófico) ou no espírito (idealismo filosófico), o Espiritismo afirma que o ser é essencialmente um Espírito, que deve ser visto no seu tríplice aspecto, ou seja: Espírito, Perispírito e Corpo Físico.

A Axiologia ou Teoria dos Valores estuda a origem, a essência e a evolução dos valores existenciais e indica os princípios da ação. Um estudo pormenorizado das Aleis Morais e, especificamente, a Lei de Justiça, Amor e Caridade, contidas em O Livro dos Espíritos nos fornecerá os princípios da ação voltados para o bem. Automatizando-os em nossos atos cotidianos, poderemos construir uma sociedade mais justa e igualitária.

A atitude filosófica da dúvida, crítica, reflexão e contradição aliada aos princípios codificados por Allan Kardec, fornecem-nos subsídios valiosos para a compreensão de nós mesmos, do nosso próximo, da natureza e do mundo que nos circunda.

Fonte de Consulta

BAZARIAN, J.. O Problema da Verdade. São Paulo, Círculo do Livro, s/d.

KARDEC, A.. O Livro dos Espíritos. São Paulo, FEESP, l972.

PIRES, J. H.. Introdução à Filosofia Espírita. 1.ed., São Paulo, Paideia, l983.


*ARTIGOS DE SÉRGIO BIAGI GREGÓRIO*