Pesquisar este blog

Páginas

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

6 Aura 
Assim é que o halo vital ou aura de cada criatura permanece tecido de correntes atômicas sutis dos pensamentos que lhe são próprios ou habituais, dentro das normas que correspondem à lei dos quanta de energia e os princípios da mecânica ondulatória, que lhes imprimem frequência e cor peculiares. Essas forças, em constantes movimentos sincrônicos ou estado de agitação pelos impulsos da vontade, estabelecem para cada pessoa uma onda mental própria." - O Livro dos Fluidos - "5 - Comprovação Experimental de Fluidos" - pág. 197 
 "A aura humana, psicosfera ou fotosfera psíquica (termos criados pelo Espírito André Luiz), ou fotosfera humana (expressão empregada por Léon Denis), é um campo resultante de emanações de natureza eletromagnética, a envolver todo o ser humano, encarnado ou desencarnado. Reflete, não só sua realidade evolutiva, seu padrão psíquico, como sua situação emocional e o estado físico do momento." - Perispírito - "VIII - A Aura" 
6.1 Fotografia Kirlian 
See document: Fotografia_Kirlian 
7 Chacras 
7.1 Função: Realizar e manter as transferências de energias 
7.2 Coronário 
7.2.1 Ligação com a espiritualidade 
7.3 Frontal 
7.3.1 Raciocínio e inteligência 
7.4 Laríngeo 
7.4.1 Voz e respiração 
7.5 Cardíaco 
7.5.1 Transmissão de sentimentos 
7.6 Gástrico 
7.6.1 Transmissão de emoções 
7.7 Esplênico 
7.7.1 Acumulador de energia 
7.8 Genésico 
7.8.1 Sexualidade 
7.9 Básico 
7.9.1 Absorve e distribui o kundalini 
8 Nascimento 
"Ao se formar um novo ser, com a união de uma consciência ao embrião, entra em cena um nova fator, que vem constituir a vida nascente e contribuir para sua eclosão. É o fluido ou energia vital, absorvido no seio do cosmos e transformado em substância que gerencia os movimentos, a saúde e a vitalidade orgânica, obedecendo à programação da consciência relativa ao período a ser vivido. A mensagem inserida no DNA representa a materialização da programação espiritual, que imprime nas moléculas as definições, os projetos e trajetória a ser seguida pelo indivíduo. A energia vital é concedida a cada novo ser conforme a característica e o conteúdo das vivências programadas, as quais estão codificadas no DNA" - Energia - "4.1 - Deduções da Holística e da Psicobioenergética" 
8.1  Estudo prévio da situação cármica do reencarnante 
8.2  Exercício de mentalização para redução perispirítica 
8.3  Redução do perispírito executado pelos Espíritos Construtores 
8.4  Conexão do reencarnante ao perispírito da mãe 
8.5  Alojamento do espermatozóide no óvulo 
9 Corpo Físico 
9.1 Cérebro 
"Na busca de terminologia que excluísse ao mesmo tempo conotações místico-religiosas e materialistas, o dr. Banerjee propôs a expressão 'memória extracerebral', dado que se a lembrança passa de uma vida para outra, ela independe do cérebro físico. Por mais nobres que sejam as funções deste (o cérebro) - e isso é inegável - deve contentar-se com a tarefa de mero suporte, instrumento e não órgão do pensamento em si. O espírito encarnado precisa dele por duas razões básicas: 1) porque ele funciona como redutor de voltagem psíquica, amortecedor de lembranças, a 'parede' que mantém o arquivo ativo da vida diária separado dos imensos depósitos do arquivo 'morto', com os quais desejamos figurar a memória inconsciente. 2) porque para atuar no meio físico o espírito reencarnado precisa de um instrumento material que traduza energia capaz de mover matéria, em impulsos e comandos puramente mentais, da mesma forma que o impulso elétrico precisa de dispositivos especiais para produzir trabalho útil: transportar carga, levantar peso, operar computador, transmitir som e imagem, recebê-los, etc. Não confundamos, pois, o instrumento, a máquina, o motor, com a consciência que o opera, da mesma forma que não confundimos o serrote com a energia consciente do marceneiro que o empunha." - A Memória e o Tempo - "I - As Estruturas - 17 - Arquivo Morto" 
9.2 Consciência 
"Consciência é a unidade de gravação, leitura e processamento que liga o mundo interior com o exterior, ou seja, o ser com o universo em que ele vive. Embora sua capacidade de processamento seja quase ilimitada, sua capacidade de retenção é exígua; apenas o necessário para manter o fluxo das ideias. Ela confia imediatamente à memória, via subconsciente, todas as noções que recebe do ambiente externo e ao subconsciente devolve, tão logo lhe seja possível, as que retirou de lá para exame." - A Memória e o Tempo - "I - As Estruturas - 19 - Resumo e Conclusões" 
 PLANO DE IDEIAS Nº 01