Pesquisar este blog

Páginas

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

*Tema: Influência Moral do Médium*

*Palestra Virtual*

*Promovida pelo IRC-Espiritismo*


*Tema: Influência Moral do Médium*

*Palestrante: Joaquim Couto*
Rio de Janeiro

*Organizadores da Palestra:*

*Moderador: "Jaja" (nick: [Moderador])*

*"Médium digitador": "Marcio Alves " (nick: Joaquim_Couto)*

*Oração Inicial:*

*Pai Amado! Estamos aqui reunidos em Teu nome para dar início a mais uma palestra virtual. Estamos aqui de coração aberto para aprender um pouco mais sobre questões que clareiam a visão do mundo e de nós mesmos. Abençoe nosso palestrante a fim de que ele receba a inspiração dos amigos da espiritualidade maior e que a transmita de forma fiel, unida ao seu preparo em nos orientar.*

*Obrigada, Pai, por esta oportunidade. Assim Seja!*

*Apresentação do Palestrante:*

Boa noite a todos. Meu nome é Joaquim Couto, sou médium do Centro Espírita Léon Denis onde atuo como palestrante e outras tarefas na área mediúnica. (t)

*Considerações Iniciais do Palestrante:*

Servindo como introdução ao nosso estudo da noite de hoje, colocaremos alguns textos para reflexão.

Médium: Intermedário entre dois planos (material e espiritual).

Interprete dos espíritos.

Tese Geral: "Os espíritos atraem espíritos que lhe são similares."

"Raramente os espíritos das regiões elevadas se comunicam por maus médiuns, QUANDO TEM A MÃO BONS MÉDIUNS."

"Médiuns Levianos = Espíritos Levianos."

"Médiuns sérios = espíritos sérios."

- Quanto maior a moralização do médium, maior a sua defesa contra o assédio dos maus espíritos.

- Moralização = extirpar o mau do coração, vivenciar as lições do Evangelho, garantia da assistência dos bons espíritos.

Pergunta 919 (L.E): Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida?

Resposta: Um sábio da antiguidade vo-lo disse: "Conhece-te a ti mesmo."

L.M. - Item 226: 8ª Será absolutamente impossível se obtenham boas comunicações por um médium imperfeito?

"Um médium imperfeito pode algumas vezes obter boas coisas, porque, se dispõe de uma bela faculdade, não é raro que os bons Espíritos se sirvam dele, à falta de outro, em circunstâncias especiais; porém, isso só acontece momentaneamente, porquanto, desde que os Espíritos encontrem um que mais lhes convenha, dão preferência a este."

Emmanuel: Mensagem aos médiuns.

- "Esse posto é o da renúncia, da abnegação e dos sacrifícios espontâneos."

- "... a vossa tarefa deve ser encarada como um santo sacerdócio."

- "... necessário que busqueis cumprir, com severidade e nobreza, as vossas obrigações, mantendo a vossa consciência serena, se não quiserdes tombar na luta."

- "... os médiuns em sua generalidade, não são missionários na acepção comum do termo; são almas que fracassaram desastradamente, que contrariaram, o curso das leis divinas..."

- "Todos os médiuns necessitam identificar-se com o ideal de jesus."

- "O médium é um espírito que reencarnou não apenas para ser um instrumento e intérprete, mas, também para cuidar do seu próprio crescimento espiritual, resgatando o passado, plantando no presente, para colher no futuro a vitória do BEM sobre as suas imperfeições."

- Na terra, como encarnado, o espírito do médium deve buscar viver constantemente no bem." (t)

Perguntas/Respostas:

<[moderador]> [1] - <_alves_> Boa noite, Joaquim. Seja muito bemvindo.

É certo o que muitas casas fazem, muitas vezes devido à falta de trabalhadores, em colocar os médiuns diretamente na tarefa sem um estudo prévio? O que isto pode acarretar para a casa e para o próprio trabalhador no futuro?

L.M. Cap. Do Método: Allan Kardec recomenda que iniciemos o nosso contato com o plano espiritual após termos adquirido o conhecimento doutrinário necessário para fazermos trabalhos mediúnicos. Atualmente, com a divulgação do espiritismo, consideramos desnecessário começar pela prática antes de adquirirmos o conhecimento doutrinário, que nos mostrará os caminhos mais aproprioados ao trabalho que desejarmos desenvolver na casa espírita. O conhecimento também nos levará a entender melhor a natureza dos espíritos e em qual categoria eles estão enquadrados, para que possamos melhor lidar com eles em nossas tarefas mediúnicas. (t)

<[moderador]> [2] - O que quer dizer exatamente “influência moral do médium”? Influencia exatamente a quem ou o quê?

Todos somos espíritos encarnados e desencarnados e nos influenciamos reciprocamente. Somos viajores de longa data em busca do progresso espiritual. Reencarnamos e desencarnamos inúmeras vezes e através dos tempos, com as mesmas ações fomos acumulando o bem ou o mal em nossos espíritos.

Portanto, a influenciação existe e é inclusive comprovada por experiências científicas. Influenciamos para o bem como para o mal, e, a medida que vamos nos identificando com a Lei Maior de Deus, vamos nos esforçando, em extirpar de nossos espíritos conceitos de vida que considerávamos até então como regras a serem seguidos cegamente. Vivemos nun mundo de provas e expiações, aonde
o mal ainda predomina; a medida que vamos nos sensibilizando com a mensagem do bem, as nossas ações, atitudes, sentimentos vão se modificando e com isso influenciamos aos encarnados e
desencarnados formando então grupos de espíritos afins com o BEM! (t)

<[moderador]> [3] - Sendo nós ainda imperfeitos, existem aqueles dias em que não conseguimos manter nossa vibração espiritual elevada, por uma série de motivos. Quando isso acontecer, e for dia de trabalho mediúnico, deveremos nos ausentar do trabalho?

Jamais deveremos nos afastar do Trabalho no Bem, mesmo nos dias em que nos sentirmos não estar bem para executá-lo.

Recorramos a prece com fé sincera, mentalizando os guias espirituais da casa que trabalhamos, rogando ao senhor da vida novas oportunidades de trabalho e estudo, para que possamos continuar em nossa caminhada evolutiva. Deus nos ama e nos conhece muito bem. (t)

<[moderador]> [4] - É lícito uma instituição que se diz espírita atribuir tarefas mediúnicas a um médium despreparado e ainda longe de atingir uma maturidade ético-moral? Como
entendeis a melhor maneira de uma instituição séria, com propósitos nobres e elevados no tocante ao trato mediúnico? Deve ela permitir que seus freqüentadores possam trabalhar suas sensibilidades manifestado-as sem que "antes" tenham tido uma "transformação" notória e ostensiva? Esta não estaria acima dos dons mediúnicos?

Toda casa espírita deve ter a preocupação de preparar, através do estudo e treinamento das faculdades, o candidato a tarefas mediúnicas. Se o futuro médium tem as suas dificuldades no campo da moral, deve ele ser orientado a respeito e logo que se note da parte dele os esforços que desenvolve quanto a sua transformação moral, acreditamos não ser necessário que o mesmo se transforme em santo para depois trabalhar mediúnicamente.

Cabe a direção da Casa estar vigilante quanto ao comportamento daqueles que estão desenvolvendo e trabalhando nas tarefas que a mesma desenvolve. Tanto nos trabalhos mediúnicos, como nos de divulgação doutrinária. (t)

<[moderador]> [5] - Em que casos excepcionais o médium deve ser educado, mesmo antes de concluir o estudo sistematizado dentro da casa espírita?

Há casos em que a pessoa chega à casa Espírita com grande perturbação de ordem mediúnica. Como procedermos nessas situações?

1 - Atendermos a pessoa, escutando-a para melhor entendermos o que acontece com ela.

2 - Encaminhamos para o tratamento de passes que irão estabilizar esse quadro que ela apresenta.

3 - Colocá-la nos grupos de estudos e de orientação para que entender o que está acontecendo com ela.

4 - O trabalho mediúnico será o ultimo passo que esta pessoa dará na casa espírita, e mesmo assim com o devido acompanhamento de companheiros mais experimentados nessas situações. (t)

<[moderador]> [6] - Se a moral do médium pode por vezes interferir no trabalho mediúnico, pode também o trabalho mediúnico interferir na formação moral do médium. Partindo disso, como deve posicionar-se o médium frente o trabalho mediúnico e frente aos que dele necessitam?

O médium deve trabalhar somente em ambiente aonde se sinta bem e com o apoio da direção espiritual e material da casa espírita. Esta regra podemos considerar como uma norma geral, tanto para aqueles que já estão em trabalho como também para aqueles que estão chegando, com as suas faculdades mediúnicas carentes ainda de orientação e estudo. (t)

<[moderador]> [7] - <_alves_> Médium fumante pode aplicar passes?

O ideal é que o médium não cultive vícios e procure manter-se o mais "limpo" possível. Para discriminarmos apenas os que fumam, lembremos daqueles que abusam dos alimentos, cultivam pensamentos e paixões que interferem na qualidade da sua produção mediúnica. Orientamos a todos quanto a necessidade de, pelo menos nos dias de trabalho na casa espírita, praticar a abstinência dos vícios e hábitos nocivos a tarefa mediúnica com maior qualidade. (t)

<[moderador]> [8] - O que preciso fazer para me tornar médium? A partir de quantos anos pode se tornar médium?

Nascemos com a nossa faculdade mediúnica e somos preparados no plano espiritual para isso. Quanto a idade ideal, seria aquela em que encarássemos com seriedade e responsabilidade o exercício da faculdade.

Podemos consultar através de um médium um guia sério que nos poderá dizer qual o momento mais indicado para o exercício e também as possibilidades de termos esta ou aquela faculdade mediúnica e o trabalho mais adequado para por em prática essa faculdade. (t)

<[moderador]> [9] - Quando uma instituição permite que um médium suba à tribuna, tendo consciência da sua irresponsbilidade no campo moral, não estaria favorecendo a questionamentos?

A casa espírita deve seguir as orientações emanadas do espiritismo. Se uma pessoa é notoriamente conhecida por suas dificuldades morais e pela falta de vontade em procurar vencer as suas imperfeições, a casa deve agir com cuidado, pois, coloca em risco a seriedade dos trabalhos que ela executa. Deve orientar essa pessoa e colocá-la em tarefas que não evidenciem a sua pessoa e suas fraquezas morais. Todos temos as nossas dificuldades e lutas nesse campo, portanto quem de nós poderá atirar a primeira pedra? Não podemos compactuar com o mal, mas não podemos faltar com a tolerância e caridade para com aqueles que ainda estão passando por essa dificuldade no campo da moral. (t)

<[moderador]> [10] - <_alves_> Como deve ser o dia de trabalho de um médium antes das atividades da Casa Espírita?

Deve começar o dia de trabalho lendo uma página moralizadora e fazer uma prece rogando ao Senhor discernimento e forças para não cair nas ciladas que os irmãos das sombras costumam armar para todo o trabalhador do bem. No transcurso das horas, procurar encontrar tempo durante as suas tarefas no mundo para um momento de reflexão e, quando possível, a prece, para manter-se ligado ao trabalho que mais tarde irá desenvolver na Casa Espírita. (t)

<[moderador]> [11] - Podemos entender como "nociva" a opção do médium de não trabalhar suas faculdades e dar ênfase aos estudos e se aprofundar nos conhecimentos, "primeiro", para somente depois vir ou não a surgir algum dote mediúnico? Podemos interpretar como mediunidade o fato do surgimento de fenômenos "genéricos"? Devemos dar-lhes alguma importância? Não seria preferível o sacrifício dos aspectos fenomenológicos e dar ênfase aos aspectos morais?

Fica por conta do livre-arbítrio dessa pessoa em optar primeiro pelo estudo para adquirir o conhecimento.

Acreditamos, que se tivermos boa vontade, poderemos reprogramar as nossas atividades no mundo, suprimindo aquilo que nada mais pode acrescentar ao nosso espírito em termos de progresso e atendendo essa necessidade conseguirmos algum tempo para consagrarmos ao exercício da mediunidade. Conhecemos inúmeros casos em que as pessoas conseguiram seus diplmas universitários, sem que precisassesm abandonar totalmente suas atividades na casa espírita.

Fenômenos ocorrem junto as pessoas sem que isso tenha a ver com faculdades mediúnicas. Há processos obsessivos que fazem ocorrer junto as pessoas, fenômenos, que cessas após o tratamento adequado das mesmas. Em outros casos, isso pode acontecer e os espíritos os produzem como uma forma de alertar o encarnado para os seus compromissos junto à mediunidade.
Sempre será importante considerarmos acima dos fenômenos e das faculdades, a busca da nossa transformação moral, pois isso é que permitirá que possamos nos elevar as regiões mais altas da espiritualidade. A mediunidade por sí só não nos garantirá um futuro luminoso quando retornarmos ao mundo espiritual. (t)

*Considerações finais do palestrante:*

Desejamos a todos a paz do Cristo e que suas bençãos nos fortaleçam para que possamos alcançar a vitória do bem em nossas almas. (t)

*Oração Final:*

*Senhor Jesus, agradecemos a ti pela oportunidade do estudo. Que possamos, Mestre, buscar manter nosso pensamento sempre ligado ao bem, de modo a que estejamos sempre prontos a trabalhar em benefício do próximo e de nós mesmos.*

*Que a tua paz e a tua luz possam alcançar a todos aqueles desesperançosos, que sofrem no mundo. Que eles possam renovar sua fé e sua esperança.*


*E que possamos trabalhar, de nossa parte, para que o Espiritismo realize a sua missão de trazer consolo e esclarecimento ao mundo. Em nome de Deus, de Jesus e da espiritualidade amiga, aqui presente, damos por encerrada a Palestra Virtual da noite de hoje. Que assim seja!*