Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 22 de junho de 2015

09  esboço de o livro dos médiuns

25=33

8. Os Espíritos frequentam os túmulos onde jazem seus corpos?

O corpo não passava de uma vestimenta. Eles não têm nenhuma atração pelo corpo que os fez sofrer, assim como o prisioneiro não sente nenhuma atração pela cela que o prendeu. A lembrança das pessoas que lhes são queridas é a única coisa que tem valor para eles.

8 a. As preces que fazemos nos seus túmulos lhes agradam mais e são mais atraentes do que as que são feitas em qualquer outro lugar?

Sabeis muito bem que a prece é uma evocação que atrai os Espíritos. A prece possui mais ação quando é mais fervorosa e mais sincera; acontece que, diante de um túmulo venerado, ficamos mais recolhidos, e a conservação de estimadas relíquias é um testemunho de afeição que se dá ao Espírito, que sempre fica sensível a isso. Sempre é o pensamento que age sobre o Espírito, e não os objetos materiais; os objetos possuem mais influência sobre aquele que ora fixando sua atenção neles do que sobre o Espírito.

9. Assim, a crença nos lugares assombrados não é desprovida de razão?

Dissemos que alguns Espíritos podem ser atraídos pelas coisas materiais; eles podem ser atraídos para certos lugares, onde parecem estabelecer domicílio, até que desapareçam as circunstâncias que os atraíram a esses lugares.

9 a. Quais são as circunstâncias que os fazem buscar esses lugares?

A simpatia por algumas pessoas que os frequentam ou o desejo de se comunicar com elas. Entretanto, suas intenções nem sempre são tão louváveis quando se trata de Espíritos maus, que podem exercer uma vingança sobre certas pessoas das quais guardam rancor. A permanência em um local determinado também pode ser, para alguns, uma punição que lhes é imposta, principalmente se nesse lugar cometeram um crime, a fim de que tenham constantemente sua ação diante dos olhos.

10. Os lugares assombrados sempre são assombrados por antigos moradores?

Algumas vezes, sim, mas nem sempre, porque, se o antigo habitante de um lugar é um Espírito elevado, tão pouco se preocupará com sua habitação terrena quanto com seu corpo. Os Espíritos que assombram certos locais muitas vezes não o fazem por outro motivo além de capricho, a menos que sejam atraídos para lá por simpatia a determinadas pessoas.

10 a. Eles podem se fixar num lugar visando proteger uma pessoa ou sua família?

Certamente, sim, se forem Espíritos bons; mas nesse caso nunca manifestam sua presença por meios assustadores ou desagradáveis.

11. Existe algo de real na história da Dama Branca?

É um conto extraído de mil fatos verdadeiros.

12. É racional temer os lugares assombrados pelos Espíritos?

Não; os Espíritos que assustam assombrando certos lugares e que aí fazem desordem querem mais se divertir à custa da credulidade e do medo das pessoas do que fazer o mal. Aliás, deveis vos lembrar de que há Espíritos por todas as partes e de que em qualquer lugar os tereis ao vosso lado, até mesmo nas mais tranquilas habitações.

Eles parecem frequentar apenas algumas habitações porque nelas encontram oportunidade de manifestar sua presença.

13. Há um meio de os expulsar?

Sim, mas, dependendo da maneira como se faz isso, ficam atraídos, em vez de se afastarem. O melhor meio de expulsar os maus Espíritos é atrair os bons. Atraí, portanto, os bons Espíritos, fazendo o bem o mais que se puder, e os maus Espíritos irão embora, porque o bem e o mal são incompatíveis. Sede sempre bons e tereis apenas bons Espíritos junto de vós.

13 a. Há, entretanto, pessoas muito boas que vivem cercadas dos
tormentos de maus Espíritos?

Se as pessoas são realmente boas, isso pode ser uma prova para exercitar sua paciência e estimulá-las a serem cada vez melhores; mas observai, entretanto, que não são os que falam de virtudes os que verdadeiramente as possuem. Aquele que possui qualidades reais quase sempre as ignora ou nunca fala delas.

14. O que se deve pensar em relação à eficácia do exorcismo para expulsar os maus Espíritos dos lugares assombrados?

Já vistes alguma vez essa atitude ter êxito? Não vistes, ao contrário, os tormentos redobrarem após as cerimônias de exorcismo? É que esses Espíritos se divertem ao serem tomados como o diabo.

Os Espíritos que não vêm com uma má intenção podem também manifestar sua presença por meio de barulho e até mesmo se tornarem visíveis, mas nunca fazem nada para incomodar. São, muitas vezes, Espíritos sofredores, cujos sofrimentos podeis aliviar orando por eles; outras vezes, são Espíritos benevolentes que querem vos provar que estão perto de vós ou até Espíritos levianos que brincam. Como aqueles que causam perturbação e tormentos são quase sempre Espíritos que se divertem, o melhor que se tem a fazer é rir deles; eles se cansarão se notarem que não conseguem nem assustar nem impacientar (Veja o capítulo 5, Manifestações físicas espontâneas).

Resulta das explicações acima que há Espíritos que se ligam a certas localidades e que preferem permanecer ali, mas que não têm para isso necessidade de manifestar sua presença por efeitos sensíveis. Qualquer lugar pode ser a morada obrigatória ou de predileção de um Espírito. Até mesmo de um mau Espírito, ainda que não produza nenhuma manifestação.

Os Espíritos que se apegam a certos locais ou a coisas materiais nunca são Espíritos superiores, mas mesmo sem serem superiores podem não ser maus e não ter nenhuma má intenção; podem ter afinidade e serem mais úteis do que prejudiciais, porque se interessam pelas pessoas e podem protegê-las.

Allan Kardec - O Livros dos Médiuns - Parte Segunda - Manifestações Espíritas - cap. 8 - Lugares Assombrados