Pesquisar este blog

Páginas

terça-feira, 16 de junho de 2015

17 = AULAS E DINÂMICAS
PARA A JUVENTUDE
Grupo familiar
         Prece inicial
  Objetivo: que o jovem reconheça através da dinâmica proposta o seu papel no núcleo familiar.
Primeiro momento - sugestão de dinâmica: utilizando-se de frases da apostila FERGS (ver abaixo), Módulo III, encontro XIII, anexo I, sugerimos a seguinte atividade:
         1º) Recortar cada questão em tirinhas uniformes, logo após, cortar cada tirinha em duas ou três partes;
         2º) Distribuir a cada evangelizando, de forma aleatória, um fragmento destas tirinhas. O mesmo deverá encontrar aquele(s) que complemente(m) a sua tirinha, formando a frase. Cada dupla ou grupo assim formado deve discutir se a assertiva formada é "verdadeira" ou "falsa".
         3º) Após todas as questões serem respondidas por todos, ser-lhe-ão entregues o 1º e o 2º parágrafo do item 8 do cap. XIV do ESE. Com base na leitura que farão desse material, avaliarão e compreenderão melhor as suas respostas.
         4º) No grande grupo discutir a finalidade do jovem estar em um grupo familiar, utilizando-se do material de apoio do livro "Adolescência e Vida" de Divaldo P. Franco, cap. IV.
         Far-se-á a leitura entre todos, discutindo a importância de cada parágrafo e a respectiva aplicabilidade dele em nosso grupo familiar.
Segundo momento - conclusão: dar-se-á por concluído o trabalho quando os jovens compreenderem que não são apenas os laços consangüíneos que ligam os espíritos, mas também os espirituais, e que cabe ao jovem contribuir para uma harmoniosa relação no grupo familiar no qual está incluído
NOTA: Foi feita uma montagem com alguns capítulos do material de apoio (livro Adolescência e Vida - Divaldo P. Franco) para melhor compreensão dos jovens.
         Frases:
         1 - Todas as famílias são iguais.
         2 - As famílias se formam por acaso.
         3 - As famílias se formam apenas com espíritos simpáticos uns aos outros.
         4 - Todos nós podemos escolher nossas famílias antes de reencarnar.
         5 - As famílias são planejadas no mundo espiritual.
         6 - Os laços de sangue é que unem os espíritos.
         7 - Os verdadeiros laços filiais não começam com o nascimento, nem são destruídos com a morte.
         8 - O lar é o primeiro núcleo onde devemos exercer a fraternidade.
         9 - Todas as famílias são formadas por laços espirituais.
         10 - Existem famílias ligadas apenas por laços corporais.
         Prece de encerramento
         Bibliografia:
         ESE - Cap. XIV, 1º parágrafo; Item 3 e item 8, 1º e 2º parágrafo;
         Adolescência e Vida - Divaldo P. Franco, cap. IV.

Responsabilidade: Grupo Espírita Seara do Mestre
Organização/correção: Claudia Schmidt
Preserve os direitos autorais