Pesquisar este blog

Páginas

sexta-feira, 12 de junho de 2015

CENTRO DE ORIENTAÇÃO
E
EDUCAÇÃO MEDIÚNICA


CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO MEDIÚNICA  COEM II

SOCIEDADE ESPÍRITA 28=30

2a. PARTE - RESUMOS DAS UNIDADES

UNIDADE PRÁTICA 18 - TRABALHOS DE DESOBSESSÃO

ROTEIRO

*  Objetivos
*  Metodologia/técnicas
* Resultados LM 249; OP 58 a 61; CI pg.341; LE 476; CVV

OBJETIVOS

Os objetivos das sessões mediúnicas em geral, são: a) instruir e aperfeiçoar moralmente os participantes; b) produzir comunicações convincentes de modo a convencer os incrédulos; c) aliviar, consolar e instruir os Espíritos sofredores. (OQE, Cap. II, item 50).
Uma reunião é um ser coletivo, cujas qualidades e propriedades são a resultante das de seus membros e formam como que um feixe. Ora, este feixe tanto mais força terá, quanto mais homogêneo for. (LM, item 331)

Na vivência dos trabalhos práticos mediúnicos, deparamos com várias modalidades, tais como: sessão mediúnica de esclarecimento de Espíritos sofredores, chamadas também de desenvolvimento mediúnico ou educação mediúnica; sessões de irradiação de vibrações; sessões de passes; e as chamadas sessões de desobsessão.

Entende-se por sessão de desobsessão aquela em que a equipe, já bastante experiente e cônscia de suas responsabilidades, atingiu um nível de produtividade que lhe permite interferir diretamente no caso de processos obsessivos previamente identificados.

METODOLOGIA

Geralmente, o tratamento se inicia quando as pessoas buscam o Centro Espírita onde, através de uma entrevista no serviço de atendimento fraterno, o atendente experiente, por indícios bem característicos, identifica a influência obsessiva. Obsessão é a ação persistente que um Espírito mau exerce sobre um indivíduo. É indicada então a terapêutica espírita que consiste na freqüência do obsidiado à sessão de fluidoterapia, onde lhe são aplicados passes e água fluidificada. O interessado e seus familiares são orientados sobre o assunto. É sugerida a realização do Culto do Evangelho no Lar. O nome e endereço do paciente são levados ao trabalho prático de desobsessão.

O registro do nome do paciente no trabalho mediúnico funciona como uma evocação indireta dos seus obsessores, que vêm tirar satisfações com o agrupamento por estar este interferindo em suas atividades. Este é o momento em que, habilmente, o esclarecedor (doutrinador) estabelece o diálogo, via mediúnica, com os espíritos perseguidores e inicia-se então a doutrinação. As técnicas de doutrinação são muito variadas, e já foram referidas em aula anterior.

Observamos, assim, que o que difere as sessões de desobsessão das sessões mediúnicas comuns é a evocação indireta, feita através da inscrição do nome do paciente.

RESULTADOS

Com a terapêutica espírita, como acima descrita, e dependendo do esforço do obsediado em mudar sua atitude mental, pouco a pouco este vai se libertando da influência perniciosa. O esclarecimento  obsessor, feito como muito amor, vai fazendo com que esse Espírito comece a enfrentar o seu próprio passado, para o qual tem se fechado, tentando protelar o quando possível esse acerto, que no fundo da alma tem consciência que um dia chegará.

Concluindo, destacamos aqui a necessidade de um preparo adequado da equipe da desobsessão, onde não cabem vacilações de qualquer de seus membros. 
Não é, portanto, trabalho para principiantes, mas, sim, para médiuns mais amadurecidos no estudo e na prática. 
Como se trata praticamente de uma evocação, o grupo mediúnico deve estar preparado para o que vier. 
Dada a gravidade das tramas obsessivas que surgem, envolvendo por vezes ódios seculares, os médiuns, apenas, não teriam condições de avaliar plenamente a situação, necessitando sempre de um bom amparo espiritual. 
A bondade de Jesus, no entanto, nos concede essa oportunidade de servir em seu nome, com serenidade e amor, em qualquer caso.


LUCAS DE ALMEIDA MAGALHÃES
CENTRO ESPÍRITA LUZ ETERNA  CELE
Avenida Desembargador Hugo Simas, 137 Bom Retiro
80520-250  Curitiba  Paraná  Brasil
www.cele.org.br cele@cele.org.br
REDAÇÃO: Equipe do CELE