Pesquisar este blog

Páginas

quarta-feira, 17 de junho de 2015

18 > AULAS E DINÂMICAS
PARA A JUVENTUDE

Importância do corpo físico
Prece inicial
Nota ao evangelizador: importante oportunizar aos jovens que, no decorrer dos encontros, optem por um tema, o qual será abordado, geralmente, ao final de cada mês. No mês de abril nos foi sugerido o tema: "Por que as pessoas só querem fazer dietas?"
Tendo em vista a particularidade da sugestão resolvemos ampliá-la através do tema "A importância do corpo físico" (para o cumprimento da nossa tarefa nesta encarnação à luz da Doutrina Espírita). Com essa idéia buscamos mostrar ao jovem que antes dos padrões impostos pela mídia há um espírito que habita um corpo, e que este lhe é veículo para evoluir, como também acerca de sua individualidade e fragilidade frente aos excessos e desvios.
Primeiro momento - sugestão de dinâmica a utilizar: construir-se-á no chão um caminho de um metro à um metro e vinte centímetros de largura, com algumas curvas. Esse caminho já deverá estar, de preferência, desenhado antes do encontro.
Logo após a prece de abertura do encontro, expomos o tema e comentamos sobre a nossa permanência no planeta.
Sabemos que viemos para evoluir, porém, não sabemos especificamente o que cada um tem a desenvolver, diante disso, perguntar aos evangelizandos quais as condições que devemos ter para uma vida saudável aqui na Terra?
Prováveis respostas: família, leituras edificantes, amigos, religiosidade, etc.
As respostas dadas pelos jovens deverão ser escritas dentro do caminho (desenho no chão).
O evangelizador deixará a disposição dos jovens balões (bexiguinhas) que deverão ser escolhidas e infladas pelos mesmos, pois este material será a representação do corpo físico.
Segundo momento: com o caminho pronto a ser trilhado, solicitar um primeiro voluntário, explicando como funcionará a brincadeira. Neste momento o evangelizador amarrará com uma linha a bexiguinha ao tornozelo do evangelizando, que deverá trilhar o caminho até o fim respeitando os limites laterais do mesmo. Enquanto faz o caminho, seus colegas tentarão estourar seu balão. Caso contrário, completará a tarefa.
Para dar mais emoção à dinâmica, o jovem deverá fazer o percurso de olhos vendados, e para guiá-lo escolherá "dois protetores", que podem ser os pais e o anjo da guarda. Eles o guiarão pelo caminho certo e utilizar-se-ão das seguintes palavras de comando: direita / esquerda / em frente.
Todavia, os demais colegas também aproveitar-se-ão desses recursos (voz de comando) para atrapalhar e desviar o jovem do caminho, representando a mídia mal-intencionada e as más influências.
No caso de ter seu balão estourado, retira-se a venda do jovem, sendo a vez de outro evangelizando, que escolherá seus protetores e começará a trilhar seu caminho.
Terceiro momento: sugerimos que o evangelizador trilhe também o caminho, mas antes o mesmo dirá aos jovens que é "auto-suficiente", e não precisa de ninguém para completar o percurso, e sem nenhuma ajuda tenta realizá-lo. Depois do evidente fracasso do seu intento, visto estar de olhos vendados, dialogar sobre o assunto.
Obs: para dificultar um pouco poderemos utilizar os seguintes recursos:
1º) Como protetores um menino e uma menina;
2º) Um balão em cada tornozelo;
3º) Manter os protetores em um ponto fixo;
4º) Ninguém (de fora) deverá invadir os limites do caminho.
Prece de encerramento

Responsabilidade: Grupo Espírita Seara do Mestre
Organização/correção: Claudia Schmidt
Preserve os direitos autorais