Pesquisar este blog

Páginas

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Aula- 23

Paciência e Compreensão

Exposição do Tema

Falar o tema de forma calma e tranqüila utilizando de fundo uma música relaxante. E após isso iniciar a discussão.

Questionamentos:

O que é a paciência?

Quais as formas de sermos pacientes?

Em que momentos é necessário paciência?

O que é a compreensão?

Em que momento nós utilizamos dela?

Será que aqui dentro do centro conseguimos exercitar esses dois sentimentos?

Brincadeira da Água

Objetivo: Fazer uma analogia entre o comportamento da água e a paciência e a compreensão. Explicar o tema da aula.

Entregar um copo plástico para cada participante. E colocar água no copo de um deles, e pedir para que este participante despeje a água no copo do participante da sua direita. E assim por diante até que a água passe por todos os participantes. Então, depois disso, fazer uma comparação entre a água e o tema da aula

Compreensão: é compreender as limitações e dificuldades individuais de cada pessoa e por isso entender os seus erros e seus defeitos não ficando revoltado quando nos fazem algo de mal. A água é também assim pois que ela não se revolta por estar sendo jogada de um copo para o outro. Ela compreende tão bem as nossas imperfeições que ela se adapta ao nossos copos porque sabe da nossa limitação.

Paciência: É saber esperar e confiar na justiça divina sem se revoltar com as pequenas coisas da vida. A água teve a paciência de aceitar ser jogada de um copo ao outro sem se revoltar.

Cortar a música tranqüila BRUSCAMENTE.

(Esse corte deve representar a divisão entre a teoria que é muito bonita, legal, etc. e a prática que é algo complicado de ser alcançado.)

Todos concordaram que atuar por esses sentimentos dentro do centro á muito fácil. Então, vamos ver como estamos reagindo no nosso dia a dia.

Atividade: Paciência na vida prática:

Objetivo: Confrontar a teoria da paciência e da compreensão com a nossa realidade no dia-a-dia.

Funcionamento:

1-  Dividir os participantes em 3 grupos. Cada um terá uma historinha diferente para discutir. Você deve contar a historinha uma para cada grupo, dando bastante ênfase nas coisas ruins que acontecem nelas. E inclusive se conseguir acrescentar mais coisas ruins a essas historinhas melhor ainda. Uma sugestão é para que tente pegar algum caso de falta de paciência que as pessoas possam ter contado enquanto contavam da semana. E é importante que você conte a historia para cada grupo para enfatizar bastante os momentos críticos das historias.

Depois de contar a historinha para o grupo, falar para que os participantes se coloquem no lugar do protagonista da historia e para que discutam o que fariam naquela situação levando em consideração tudo o que tinha acontecido por toda a historinha.

Depois de deixar todos os grupos discutirem, pedir para que formem um único grupo e que cada grupo, um de cada vez, conte resumidamente a historia que lhe correspondia e que fale como o grupo discutiu que reagiria em tal situação.

Citar neste momento o trecho do Evangelho Segundo o Espiritismo que fala da paciência.

E mostrar que no cotidiano, não são as coisas grandes que acontecem e tiram a nossa paciência, mas que são um grande numero de pequenas coisas que vão minando a nossa paciência e em conseqüência disso a gente perde também a compreensão.

Ler a historinha Servir Mais do Livro Idéias e Ilustrações. Ao final da leitura colocar ao fundo a música Paciência do Lenine.

Depois de deixa-los refletir em silencio por alguns instantes, questione os participantes:

Agora diante desta historinha, como deve ser a nossa atitude diante das situações da vida que nos aparecerem?

Como seria a reação dos grupos naquelas situações que lhes foram apresentadas, se usassem da paciência e da
compreensão?

Deixar cada um que quiser falar sobre como mudaria sua atitude naqueles casos apresentados.

5) Conclusão

Hoje é meu dia de ...

A paciência é uma conquista que só alcançamos quando realmente nos propusermos a busca-la. Por isso vamos nos propor a nesta próxima semana todos os dias, momentos de paciência e compreensão. Ler o livrinho:
Hoje é meu dia de... nos dois temas da aula.



Historia 1 - Escola:

É uma segunda feira, você já acorda atrasado. E ai já sabe, é aquela correria para tomar banho e se arrumar. No meio do banho acaba a força na sua casa, bem naquele momento em que você está todo ensaboado. Você acaba tendo que terminar de tomar banho com a água fria. Então com todos esses acidentes de percurso você acaba chegando atrasado na aula. E como você entra no meio da aula a professora chama a sua atenção para que entre em silencio e não atrapalhe a aula, mesmo tendo você entrado sem fazer nenhum barulho. Mas você não liga muito para a bronca da professora e vai em direção ao lugar que você costuma sentar e nota que ele está ocupado. Você fica meio sem saber para onde ir, mas acaba sentando no fundo da sala. A aula continua e as pessoas que estão perto da onde você está sentado não param de falar e de fazer algazarra e você até está tendo dificuldade de conseguir prestar atenção na aula. E num momento onde esse pessoal se empolga um pouco mais na bagunça, a professora se vira para dar uma bronca e acusa, injustamente, você de ser o autor da bagunça. Você tenta argumentar com ela e é mandado para a coordenação para conversar com a orientadora.

Para melhorar mais as coisas sua mãe é chamada na escola para uma conversinha com a orientadora. E depois da aula quando você chega em casa sua mãe já parte para a bronca e não deixa nem você se explicar. E ela dá total razão a professora e não ouve seus argumentos.

Então diante desta situação como você reagiria?

Historia 2  Domingão:

É domingo e você acorda bem cedo para aproveitar bastanteo dia. VOcê já tem muitas atividades programadas para este dia, ler gibis, assistir TV, jogar vídeo game, isso só na parte da manha. Mas ao ver você de pé seu pai te chama para ajuda-lo a lavar o carro, você tenta dizer que tinha várias coisas para fazer, mas seu pai joga na sua cara as vezes em que você precisou de ajuda e ele o ajudou e você fica sem argumentos para não ajudar. Para piorar seu pai é daqueles que são detalhistas e que ao invés de lavar o carro rapidamente, fica se atentando a todos os detalhes. O que faz com que vocês demorem a manhã toda para lavar o carro. O mais revoltante é que enquanto você lava o carro, seu irmão fica liberado para ficar assistindo televisão na maior folga. Mas o suplicio acaba e você vai almoçar. No entanto depois do almoço sua mãe o chama para ajudar a lavar a louça enquanto seu irmão sai sem nem colocar o prato na pia. Você tenta explicar que é uma injustiça seu irmão poder ficar sem fazer nada e você ter que ajudar todo mundo, e alem disso você tem um compromisso marcado para a tarde com os seus amigos, mas nada adianta, sua mãe faz aquela chantagem emocional para você ajuda-la e você acaba não tendo como escapar. Você termina de lavar a louça correndo e corre para ligar para seus amigos para ver que horas eles marcaram de se encontrar para assistir o filme que você mais queria ver, mas descobre que todos os seus colegas já tinham saído e não o tinham esperado. Porem ainda assim você resolve sair para tentar aproveitar o fim do domingo, mas quando você vai se arrumar, descobre que seu irmão saiu e pegou seu tênis sem pedir. Depois disso você fica sem vontade de sair e fica em casa, mas quando seu irmão chega no começo da noite,  o que você fala para ele? Você se revolta contra ele? Como você reagiria diante de tudo isso?

Historinha 3  Sexta-feira :

É uma sexta-feira e você chega até um pouco mais cedo no seu serviço porque você sabe que tem muitas tarefas para cumprir e que o dia vai ser bastante cheio. Mas hora que seu chefe chega, já da para perceber que ele não está de bom humor, porque ele já chega criticando todo o trabalho que você está fazendo. E para piorar ele fala que vai ter muitos compromissos fora da empresa e por isso ele vai deixar algumas coisas do seu trabalho para que você faça para ele. Então ele despeja um monte de coisas em cima de você para que você faça para ele. E para conseguir dar conta de tudo isso sem ter que ficar até mais tarde, você deixa até de almoçar. Enquanto isso você percebe que seu chefe fica coçando o dia inteiro só saindo de vez em quando para resolver problemas particulares e alem de ficar criticando grosseiramente tudo o que você faz ele fica o tempo todo te cobrando as coisas que você está fazendo exigindo que você faça tudo ao mesmo tempo. O dia inteiro passa nesta correria contra o relógio e às 17h você já está com boa parte das suas tarefas cumpridas e você percebe que apesar de tudo vai conseguir sair no horário. No entanto seu chefe percebe que tinha esquecido de te pedir para fazer uma coisa muito importante e as 17h, faltando apenas uma hora para você sair do serviço ele resolve passar este novo trabalho para você fazer e ele alega alem de tudo que isso é urgente que precisa ser feito hoje e que como é uma coisa que depende da aprovação dele, para que você não demore que ele não quer ir embora muito tarde, afinal hoje é sexta feira. E agora, de que forma você reage? O que você responderia para o seu chefe a hora que ele vier te passar mais este trabalho?

Servir Mais:

Temas:

Compreensão

Paciência

Resignação

Vontade Divina

Trabalho

Efraim bem Assef, caudilho de Israel contra o poderio romano, viera a Jerusalém para levantar as forças da resistência, e, informado de que Jesus, o profeta, fora recebido festivamente na cidade, resolveu procura-lo, na
casa de Obede, o guardador de cabras, a fim de ouvi-lo.

Mestre  Falou o guerreiro -, não te procuro como quem desconhece a justiça de Deus, que corrige os erros do mundo, todos os dias... Tenho necessidade de instrução para a minha conduta pessoal no auxílio do povo. Como agir, quando o orgulho dos outros se agiganta e nos entrava o caminho?... quando a vaidade ostenta o poder e multiplica as lágrimas de quem chora?

É preciso ser mais humilde e servir mais  respondeu o Senhor, fixando nele o olhar translúcido.

Mas... e quando a maldade se ergue, espreitando-nos a porta? que fazer, quando os ímpios nos caluniam à feição de verdugos?

E Jesus:

É preciso mais amor e servir mais.

Senhor, e a palavra feroz? que medidas tomar para coibi-la? como proceder, quando a boca do ofensor cospe fogo de violência, qual nuvem de tempestade, arremessando raios de morte?

É preciso mais brandura e servir mais.

E diante dos golpes? há criaturas que se esmeram na crueldade, ferindo-nos até o sangue... De que modo conduzir nosso passo, à frente dos que nos perseguem sem motivo e odeiam sem razão?

É preciso mais paciência e servir mais.

E a pilhagem, Senhor? que diretrizes buscar, perante aqueles que furtam, desapiedados e poderosos, assegurando a própria impunidade à custa do ouro  que ajuntam sobre o pranto dos semelhantes?

É preciso mais renúncia e servir mais.

E os assassinos? que comportamento adotar, junto daqueles que incendeiam campos e lares, exterminando
mulheres e crianças?

É preciso mais perdão e servir mais.

Exasperado, por não encontrar alicerces ao revide político que aspirava a empreender em amsi larga escala, indagou Efraim:

Mestre, que pretendes dizer por servir mais?
Jesus afagou uma das crianças que o procuravam e replicou, sem afetação:

Convencidos de que a justiça de Deus está regendo a vida, a nossa obrigação, no mundo íntimo, é viver retamente na prática do bem, com a certeza de que a Lei cuidará de todos. Não temos desse modo, outro caminho mais alto senão servir ao bem dos semelhantes, sempre mais...

O chefe israelita, manifestando imenso desprezo, abandonou a pequena sala, sem despedir-se.

Decorridos dois dias, quando os esbirros do Sinédrio chegaram, em companhia de Judas, para deter o Messias, Efraim bem Assef estava à frente. E, sorrindo, ao algemar-lhe o pulso, qual se prendesse temível salteador, perguntou sarcástico:

Não reages, Galileu?

Mas o cristo pousou nele, de novo, o olhar tranqüilo e disse apenas:

É preciso compreender e servir mais.

Hoje é meu dia de Paciência

Temas:  Paciência

Paciência: Não é abandonar as responsabilidades e esperar, mas, é manter-se atuante e confiar na justiça de Deus.

Hoje é meu dia de Paciência: Vou me esforçar e vou conseguir ter paciência com tudo e com todos. Sei que a paciência é um teste muito difícil, mas é grande parte do que eu preciso para me aproximar de Deus.

Hoje é meu dia de Compreensão

Temas: Compreensão

Compreensão:  É penetrar nas necessidade do próximo, compreende-las, considerando que também somos necessitados.

Hoje é meu dia de Compreensão: sei que preciso primeiro compreender, para depois pedir compreensão. Só vou pensar e agir com espírito de tolerância e fraternidade.