Pesquisar este blog

Páginas

terça-feira, 2 de junho de 2015

6 - XXII  COMEERJ
Pólo IV  Cafarnaum
8º CRE  Nova Friburgo

Educação das Inclinações

Em todos os tempos da humanidade, o fenômeno da emissão energética demarca importantes experiências das almas.

Surgem, aqui e ali, companheiros investidos quer das expressões morfológicas da feminilidade ou da masculinidade, que destilam suas vibrações com diversificada freqüência, demonstrando pelos resultados dessa emissão, a condição íntima de cada ser.

Equilíbrio ou desequilíbrio, pacificidade ou beligerança, ao lado de tantos outros sentimentos, exteriorizam-se através das ondas mentais, energéticas, que cada ser emite.

Defrontamos pessoas diversas, crianças, adultas ou idosas, que são felicitadas por essas exteriorizações, quando estas determinam um grau abençoado nas freqüências das suas emissões. Da mesma forma encontramos indivíduos que se tornam vítimas de quanto acumularam em seu cerne, exprimindo-se, agora, de modo infeliz.

Quantas são as criaturas que despertam onde chegam, entre os que com elas passam a conviver, intensa simpatia !?

 De repente, perante qualquer necessidade, desde mínima à mais exigente, surge a cooperação espontânea de muita gente, que age impulsionada pelas vibrações que despertam esse importante sentimento simpático.

Doutras vezes o oposto é o que se passa. Um generalizado odor de antipatia, determina animosidades gratuitas, má vontade crescente, descaso intenso ou não, tendo como matizes as emanações das energias degeneradas que o alvo dessa antipatia conduz nas telas da alma.

Não são poucos os casos em que as almas que desenvolveram atitudes de Dom-juanismo em vidas pretéritas, tendo causado danos a sim mesmas e a terceiros, ou pessoas que desbragaram no campo das energias sexuais, promovendo escândalos morais de destaque ou não, costumam reencarnar-se depois de tudo isso, trazendo o seu odor libidinoso, sua aura assinalada por fortes elementos atraentes de outras criaturas de idêntica inclinação moral, capazes de sofrer, na atualidade, as investidas para as quais têm o campo energético predisposto.

Não é por outra razão que verificamos situações de assédio ou agressões sexuais sofridos por crianças, jovens ou idosos, femininos ou masculinos, com largo espectro de justificativas da formal psicologia, tendo tudo isso, porém, por base, as vivências malsinadas do pretérito, ressumando no agora as drásticas conseqüências.

São as próprias almas, ora reencarnadas em qualquer faixa social ou etária, que carregam ao redor de si o campo instigador dessas atrações, vinculando-as, sempre, a outros indivíduos que exteriorizam energias similares, pois na esfera do Espírito os similares se atraem.

Ao refletirmos com a lei das atrações magnéticas, acharemos respostas para inumeráveis episódios da existência corporal, que causam estupor e constrangimento aos grupos sociais, seja pela bruteza, seja pela sofisticação perniciosa, seja por outras tantas características.

Verificamos que, em última análise, ninguém é vítima no mundo, a não ser pelo ângulo de visão do presente, quando não são consideradas as realizações e experiências transatas.

Muitos crimes no presente perpetrados, têm suas origens em desatinos pretéritos, a demonstrar-nos que o passado da alma não é tão passado assim, pois que é ele que baseia incontáveis ocorrências atuais.

Educa os teus sentimentos, agora, quando te achas a caminho do próprio enobrecimento espiritual.

Reflete em tudo o que estejas espalhando com tua beleza plástica ou com teus tirocínio fáceis ou com tua lábia enganadora, com propósitos de envolver e tirar proveito de outros. Pensa que um dia, próximo ou remoto, deverás retornar aos caminhos dos equívocos, dos fáceis gozos, dos domínios sobre os outros, a fim de aprenderes as lições de equilíbrio dos pensamentos, das palavras e das ações, seja através de afanoso trabalho de reabilitação, seja pelo padecimento, nos assédios e ataques que os comparsas do teu Ontem ou que os vingadores do teu

Pretérito farão pesar sobre os teus dias, impondo-te padecimento.

Considerando que hoje dispões de plena liberdade para orientar as tuas forças e energias anímicas, educa-te com disposição e afinco, consciente de que, enquanto no mundo das formas, tanto a bela morfologia, quanto as facilidades da comunicação ou, ainda, os dotes de raciocínio, devem-te servir ao crescimento moral, ao iluminamento espiritual, pois, em situação contrária, estarás acumulando tormentos e dores, frustrações e lágrimas para o teu porvir, já que de todos  os elementos que te exornam o corpo e a mente hoje, fazendo-te escultural e inteligente, sagaz e convincente, são talentos depositados pelo criador a teu favor, no Banco da

Oportunidade Feliz, a fim de que possas fazer saques enobrecidos, ampliando as tuas notáveis bênçãos, enaltecendo-te por tornar grandiosa a tua ensancha de viver na Terra.

Educa as tuas energias, através das espontâneas e necessárias disciplinas, de modo a conquistares paz e alegria, saúde e harmonia para o teu amanhã, que começa desde hoje.

Camilo
(Do Livro: Educação & Vivências -
Psicografado por José R. Teixeira)