Pesquisar este blog

Páginas

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Aula 21b  Interferência dos espíritos no mundo material

1- Introdução

Contar o Tema da Aula

Questionamento:

Será que isso é possível?

Como isso pode acontecer?

Atividade:  Pedir um voluntário para sair da sala. E pedir para que um outro voluntário dos que ficaram na sala proceda da seguinte maneira. Sem falar nada, nem por mímica ou gestos e nem encostando na outra pessoa, ele deve conseguir fazer com que esta outra pessoa que saiu da sala troque de lugar com ela.

Conclusão: Se foi possível que eles trocassem de lugar sem ser falado nada, então será que também os espíritos não conseguem fazer o mesmo?

2- Contando histórias

Relatos pessoais

Questionamento: Mas e coisas mais malucas como nos filmes: Ghost, Os outros, Espíritos, etc... será que acontecem? Comentar um pouco desses filmes, e fazer com que os participantes comentem também o que eles acharam deles.

Historinha: Constar a Historinha  2 meses antes. Isso é possível?

Poderia por exemplo um espírito evitar que alguém tomasse um tiro?

Será que a gente consegue perceber essas coisas nas nossas vidas?

Atividade: Atividade de sensibilização com a ajuda dos dirigentes. Criar um clima místico.

3- Padrão vibratório

Mas então estamos sujeitos a todo tipo de interferência dos espíritos na nossa vida?

Atividade da Vela:  Duas pessoas devem tentar proteger a chama de uma vela enquanto outras duas tentam assopra-la. Ninguém pode encostar na vela.

Conclusão: Assim é com a gente, estamos sempre protegidos, mas quando deixamos alguma brecha podemos ser alvo dos espíritos menos esclarecidos.

Explicações:

Podemos receber influencias boas e ruins. Como distinguí-las?

Eles estão sempre nos transmitindo idéias. Como saber quais não nos pertence?

Anjos da guarda existem? Qual a missão deles?

4- Conclusão

Mas para que me serve saber tudo isso?

Atividade dos palitos:

Conclusão: Alem de servir para tentarmos manter nosso padrão vibratório mais elevado, também serve para sabermos que como na atividade, sempre que a gente quiser vai ter alguém para nos ajudar.