Pesquisar este blog

Páginas

quarta-feira, 8 de abril de 2015

10-1 = AULAS E DINÂMICAS PARA A JUVENTUDE

Conhecimento de si mesmo I
         Prece inicial
         Objetivo: Oportunizar aos jovens, através da dinâmica proposta, que entendam e concluam que, conhecendo a Doutrina Espírita, melhor oportunidade terão de conhecerem-se a si mesmos.
         Primeiro momento - sugestão de dinâmica: os jovens ficarão sentados em círculos e o evangelizador entregará a um deles uma "Bomba", (bola de isopor com chocolates ou bombos dentro). A Bomba passará de mão em mão, com uma música de fundo; quando a música parar, o jovem que estiver com a Bomba na mão sorteará e responderá a primeira questão. Ir respondendo as perguntas, em rodadas sucessivas, até atingir o objetivo proposto.
         OBS.: O Evangelizando que pegar a Bomba terá direito de abri-la e pegar um chocolate.
         Sugestões de perguntas a serem utilizadas para desenvolver a dinâmica:
         1) O que é Espiritismo?
         2) Qual o objetivo de você(s) estar(em) participando do Grupo de Jovens da Casa Espírita?
         3) Qual é, na sua opinião, a melhor forma de convidar um amigo para o Grupo de Jovens?
         4) Em que o Grupo de Jovens contribui na sua vida?
         5) Dentro do Pentateuco Espírita, qual é a primeira obra?
         6) Em O Livro dos Espíritos, na questão 919, há uma referência a um sábio da Antigüidade. Você tem idéia de quem é ele, o que ele disse e que importância tem essa frase para a sua vida? (depois de respondida a questão, ler O Evangelho Segundo o Espiritismo, pág. 43, cap. IV - dois primeiros parágrafos).
         7) O que devo fazer para conhecer a mim mesmo? (referência à questão 919, a, de O Livro dos Espíritos).
         8) Na sua opinião, que características deve ter "um ser humano de bem"? (ver cap. XVII, de O Evangelho Segundo o Espiritismo).
         Segundo momento - conclusão: conhecer-se a si mesmo, é "peça" chave (atitude certa) para nossa reforma íntima. Esse conhecimento é conquistado através da interrogação da nossa consciência de forma gradativa, sendo que a prática é indispensável.
         Prece de encerramento
         Bibliografia:
         O Livro dos Espíritos, 3ª parte, cap. XII, questão 919;
         O Evangelho Segundo o Espiritismo cap. XVII.


Responsabilidade: Grupo Espírita Seara do Mestre
Organização/correção: Claudia Schmidt
Preserve os direitos autorais