Pesquisar este blog

Páginas

sexta-feira, 24 de abril de 2015

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA

CONSELHO FEDERATIVO NACIONAL

Cabe, pois, aos espíritas, responsáveis pelo Movimento Espírita, uma ampla tarefa de divulgação das obras básicas da Doutrina, promovendo um estudo sistemático, com chamada de atenção para os aspectos que estão colocados à margem, com graves prejuízos para a assimilação correta dos princípios e bases do Espiritismo e de sua missão.
Recomendaríamos, portanto, o estudo de um plano amplo no sentido de esclarecer os mais responsáveis pela dinamização do Movimento Espírita, da importância do estudo, da interpretação e da vivência do Espiritismo.
Não é possível erigir um monumento doutrinário, como é o da Revelação Espírita, deixando-nos levar, a cada dia, por idéias que sopram de todos os lados, sem direção, qual vendaval que tudo derruba na sua passagem.
Estamos sendo alertados de plano mais Alto sobre esse aspecto do nosso Movimento, pois - dizem nossos superiores -, se não nos fizermos vigilantes nesse sentido, em pouco tempo o Movimento Espírita, embora conservando o nome, nada terá de Espiritismo.
Reiterando despretensiosa sugestão, recomendaríamos uma 'grande campanha', para usar nomenclatura moderna, em torno da importância do estudo das obras básicas da Doutrina Espírita.

Angel Aguarod
Extraído da Revista "Reformador", FEB, Rio de Janeiro. Abril de 1991.
 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA